Best Buy deixará de vender CDs

Tech

Best Buy deixará de vender CDs

Target também pode seguir mesmo caminho e deixar de comercializar discos

por Matheus Fiore

O fim definitivo do formato “CD” parece um pouco mais próximo. De acordo com a Billboard, a Best Buy informou seus fornecedores que a partir de julho não terá mais CDs em suas prateleiras.

Enquanto serviços de streaming como SpotifyDeezer continuam crescendo e dominando a era digital, apenas 89 milhões de unidades de CD foram comercializadas em 2017 – a título de comparação, em 2001 a venda do formato chegou a 800 milhões de unidades.

A matéria da Billboard também afirma que, no fim do último ano, a Target deu um ultimato para seus fornecedores de música e vídeo: informou que deseja passar a trabalhar de forma que pague às gravadoras/produtoras somente quando seus produtos forem comprados.

A Target reduziu em muito sua presença no mercado musical ao longo dos anos. Houve um tempo em que a empresa comercializava mais de 800 títulos musicais. Hoje em dia, menos de 100 títulos estão presentes em suas lojas. Mesmo com a queda, a venda de discos físicos ainda pode causar impacto em casos de albums muito aguardados, como foi, por exemplo, “Reputation”, disco da Taylor Swift que vendeu cerca de meio milhão de cópias.

Mudanças na indústria musical são uma constante nas últimas décadas. Desde a ascensão e queda das fitas até a recente volta dos discos de vinil, diferentes formatos sempre tiveram altos e baixos ao longo do tempo. A transição da mídia física para a digital, porém, parece ser inevitável e definitiva, principalmente se contextualizada na era do streaming, quando o consumidor tem acesso ao produto de forma rápida e prática por meio de aplicativos.