Clicky

Querendo recuperar o mercado chinês, Apple lança o curta “Three Minutes”

Querendo recuperar o mercado chinês, Apple lança o curta “Three Minutes”

Dirigido por Peter Chan, filme foi filmado inteiro no iPhone X

por Pedro Strazza

Embora a venda de seus produtos continue gerando altas margens de lucro à empresa, a Apple em tempos recentes perdeu espaço na China, graças a empresas nacionais como a Huawei que aos poucos foram tomando conta do que é hoje um dos principais mercados de celular no mundo. A chegada do iPhone X deve ajudar a companhia criada por Steve Jobs e Steve Wozniak a rebater o ataque dos rivais, especialmente com a chegada da temporada de festas de fim do ano chinês e o consequente aumento do consumo desta época.

É pensando em maneiras de ajudar a vender o seu novo modelo top de linha no país que a Apple resolveu produzir um curta-metragem voltado especialmente para o mercado. Intitulado “Three Minutes”, o filme foi dirigido pelo celebrado cineasta chinês Peter Chan (famoso por “Comrades: Almost a Love Story”) e filmado inteiro pela câmera do iPhone X, mostrando a chegada de um trem em uma estação e o rápido reencontro de um filho com a mãe condutora – confira acima.

Em entrevista à AdWeek, a vice presidente de marketing e comunicação da empresa Tor Myhren afirma que a Apple procurou Chan – que nunca realizou um trabalho na internet e não lança um longa desde 2014 – com a proposta de uma história comprimida pelo tempo, mas que permitiu ao diretor determinar a duração final do projeto. Chan também é responsável pelos dois elementos mais marcantes da produção: o relógio em contagem regressiva e o menino recitando a tabuada de multiplicação.

Quanto ao uso do iPhone X, Myhren afirma que o celular permitiu flexibilidade à equipe sem fazê-la sacrificar a qualidade visual. “O iPhone X nos permitiu manter as filmagens ágeis, movendo-se facilmente pelo trem para depois flutuar para fora da janela e capturar a multidão pela visão da criança” ela diz.

“Three Minutes” foi a primeira experiência de Chan filmando pelo celular, uma que o diretor parece ter aprendido bastante com. O cineasta também liberou no canal da Apple de Singapura cinco vídeos curtos de 30 segundos sobre como trabalhar cinematograficamente com o modelo do celular da empresa, que você confere abaixo:

Compartilhe: