“Han Solo” é o filme mais caro da franquia “Star Wars”

Refilmagens promovidas por Ron Howard após a demissão de Phil Lord e Chris Miller da direção fizeram o derivado superar o orçamento de “O Despertar da Força”

por Pedro Strazza

Já está um tanto claro que Han Solo: Uma História Star Wars” teve a produção mais conturbada da História da franquia criada por George Lucas até o momento. Graças à demissão de Phil Lord e Chris Miller da função de diretores, das extensas refilmagens feitas e de todos os boatos problemáticos sobre o set de filmagens que circularam na internet desde então, o longa assumido por Ron Howard se tornou um item de desconfiança entre os fãs da saga, que já não estavam lá muito empolgados pelo derivado focado na origem do contrabandista Han Solo. Tanto que o projeto vem despertando maiores atenções sobre a real história por trás dos acontecimentos drásticos nos bastidores que por sua aventura, um conjunto de questões que começou a ser respondido só agora com as entrevistas realizadas com o elenco para a divulgação do filme.

A dúvida mais imediata, porém, é ainda o orçamento final da produção, que revelou-se ser o mais caro da franquia após a confirmação do valor arredondado pela Variety. De acordo a revista, após a pausa de quatro meses para reorganizar a equipe e realizar as filmagens e refilmagens do material gravado anteriormente por Lord e Miller, o projeto custou aos cofres da Disney e da Lucasfilm mais que 250 milhões de dólares, uma quantia que supera com tranquilidade os 245 milhões gastos por J.J. Abrams e seu time em “O Despertar da Força”, o recordista anterior.

Além do sétimo episódio da franquia e do derivado, “Rogue One: Uma História Star Wars” e “Os Últimos Jedi” também foram produções da saga que superaram a barreira dos duzentos milhões de dólares, orbitando em torno dos 220 milhões gastos. Os capítulos de “Star Wars” mais baratos são os da trilogia original, que custaram à Lucasfilm na época entre onze e quarenta milhões cada (sem ajuste da inflação), enquanto os três prelúdios dirigidos por George Lucas ficam na faixa dos 115 milhões de dólares de orçamento.

O valor absurdo se deve ao fato da Lucasfilm ter pedido a Howard que refilmasse 85% do material trabalhado pela dupla de diretores demitida, uma medida que fez com que somente 70% do produto final fosse obra do cineasta. À Variety, Howard afirma que não testemunhou “nenhuma das dificuldades” encaradas no set anteriormente, mas que viu no spin-off a oportunidade de ser objetivo. Diversas fontes do set ouvidas ao longo dos meses por diferentes veículos confirmam esta maior agilidade: sob o comando do diretor, uma equipe de segunda unidade refazia uma cena comandada por Lord e Miller em uma fração do tempo e com metade do espaço disponibilizado em Pinewood Studios, local onde grande parte das filmagens do filme aconteceram.

Han Solo: Uma História Star Wars” chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira, dia 24 de maio.

Compartilhe: