Clicky

Aumenta interesse dos brasileiros pela Champions League, indica estudo
champions

Aumenta interesse dos brasileiros pela Champions League, indica estudo

De acordo com o IBOPE Repucom, o número de pessoas interessadas no evento promovido pela UEFA cresceu 5% só nos últimos cinco anos

por Pedro Strazza

Mais uma UEFA Champions League está chegando ao final neste sábado (26), e enquanto Real Madrid e Liverpool se preparam para entrar em campo na Ucrânia e disputar o título um estudo mostra que o interesse dos brasileiros pelo evento só vem crescendo nos últimos anos.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo IBOPE Repucom e a Sponsorlink, a atenção dos espectadores do Brasil pelo torneio dos melhores clubes da Europa aumentou 13% entre os anos de 2013 e 2017. Cinco anos atrás, 38% da população tupiniquim – algo em torno de 20,2 milhões de pessoas – declarou ser fã do evento, com a maioria deste público sendo masculina (63%) e jovem (53% dos interessados orbitavam entre as idades de 18 e 29 anos); o último levantamento de dados realizado pelo grupo de pesquisa, por outro lado, mostra um crescimento de 5% nos espectadores atentos à competição, além de um aumento da predominância masculina entre os fãs – hoje, 66% dos entrevistados que confirmaram gostar da Champions são homens.

Outra tendência detectada pelo estudo é que a audiência brasileira do torneio espalhou-se entre as gerações. Se antes mais da metade do público era jovem, hoje só 35% dos espectadores tem entre 18 e 29 anos. O número de telespectadores entre 40 a 54 anos cresceu 40% nestes últimos cinco anos, enquanto o público com mais de 55 anos dobrou e chegou a 12% da audiência.

Diretor executivo do IBOPE Repucom, José Colagrossi comenta sobre o estudo que “A Champions League se destaca entre os demais campeonatos do mundo por fatores como organização e alto nível técnico ao reunir os melhores jogadores do planeta. Estes fatores, somados à digitalização do esporte e a crescente oferta de transmissão de jogos, certamente contribuem para a popularização e aumento do interesse pelo campeonato entre todos os públicos”.

Compartilhe: