Social MediaTech

Cápsula oferecida não serviu para o resgate na Tailândia, mas Elon Musk twittou tudo mesmo assim

O empresário foi considerado oportunista por muitos que acompanharam seu esforço na criação de um mini-submarino

por Soraia Alves

Elon Musk se envolveu com o resgate dos meninos tailandeses que ficaram presos em uma caverna do país. O empresário ofereceu o mini submarino da SpaceX para ser usado no resgate dos garotos, mas a equipe envolvida no processo disse que a cápsula não era prática para uso no lugar.

“Embora sua tecnologia seja boa e sofisticada, não é prática para essa missão”, disse Narongsak Osatanakorn, chefe do centro de comando responsável pelo resgate. Musk twittou que o mini submarino estava “pronto, se necessário” e seria deixado no sistema de cavernas.

Mesmo assim, Musk foi para a Tailândia e twittou o tempo todo sobre o resgate dos doze meninos e seu treinador, que ficaram presos por mais de duas semanas em uma caverna de Tham Luang e que acabou alagada com as fortes chuvas dessa época no país.

O envolvimento de Musk na operação de resgate não teve uma opinião unânime por quem acompanhou tudo. Alguns elogiaram o empresário pelo altruísmo, enquanto outros sugeriram que suas ações eram oportunistas.

O resgate de todos terminou nessa terça-feira, 10/07, graças a uma equipe de mergulhadores tailandeses e internacionais que se mobilizaram durante todos esses dias.