Adoção - como nasce o amor?

Mamilos 307

Ouvir Adoção - como nasce o amor? no Spotify
Ouvir Adoção - como nasce o amor? no Google Podcasts
Ouvir Adoção - como nasce o amor? no Apple Podcasts
Ouvir Adoção - como nasce o amor? no Pocket Casts
Capa - Adoção - como nasce o amor?

Diálogos de peito aberto

Todo filho é adotivo, independente da via de nascimento. Adotar é escolher estabelecer laços eternos de afetos com uma pessoa. Existem pais que nunca se vinculam aos filhos. Esses geraram, mas não adotaram. E existem pais, que mesmo não gerando, adotam seus filhos. 

É sobre esses que vamos falar hoje. Vamos nos debruçar na construção dos vínculos de famílias formadas a partir do processo de adoção. Neste processo, as únicas coisas que se exigem dos adotantes são: que sejam maiores de 18 anos, que tenham uma diferença de pelo menos 16 anos do adotado, e que tenham o desejo de formar uma família e se dispor a cuidar e amar a criança ou adolescente. Só isso. Simples assim. Não importa seu estado civil, sua renda, sua carreira, seu trabalho. Não importa se você é casado, se é solteiro – nem se você é hetero ou homoafetivo.

Mas é claro, que fora da letra da lei, toda história tem camadas, angústias, emoções, frustrações, sonhos e vitórias. Por isso, no mês de orgulho LGBTQIA+ vamos mergulhar na história de constituição de três famílias, com seus temperos únicos mas que soam tão próximos pra gente, porque têm som, gosto e cheiro de casa. E de colo. 

Quem nos ajuda a explorar essas histórias é a doula de parto – e de adoção! – Mari Muradas e o psicólogo Wadson Alonso. E pra entender como acontece o processo de adoção legal no Brasil convidamos a doutora Dora Martins, juíza aposentada da Vara de Infância e Juventude de São Paulo.

Pega na nossa mão e mergulha com a gente nessa jornada!





RED BULL APRESENTA: DIA NACIONAL DO MEIO PERÍODO

Sabe quando parece que você faz um monte de coisa… e no fim do dia, não fez nada? É reunião pra cá, apresentação pra lá, banco de um lado, conversa não programada de outro… Quando a gente vai ver, já foi o dia, e o que tava na nossa listinha ficou pra trás.

E nesse contexto de pandemia, a casa virou escritório e o escritório virou casa. Aí pra tirar uma hora de almoço, tem que tirar mais meia hora para preparar os ingredientes, mais meia hora pra cozinhar e pôr a mesa, mais meia hora pra lavar a louça… Só o cuidado da casa já tá tomando metade do dia. Não dá pro trabalho ocupar só a outra metade, não?

A Red Bull garante que dá! E propõe para quem duvidar que faça o teste: dia 25 de junho, pode anotar, é o dia Nacional do Meio Período. Um dia pra gente trabalhar por menos horas, com mais foco e mais resultados. Pra você ter tempo de cuidar das suas coisas, e ainda ter tempo pra trabalhar.

É um dia pra testar esse novo jeito de trabalhar. Mas vai que você gosta da coisa!

Clique aqui e entenda mais sobre a proposta. Vai levando essa conversa pro seu chefe, pra sua equipe, pro seu RH. Red Bull te dá asas – e agora te dá tempo de voar.

E quem aderir ao movimento concorre a um ano de Red Bull, um pra cada dia útil de trabalho… para aumentar o foco e curtir a produtividade.


ALICE

Você já ouviu falar em gestora de saúde?

A Alice é a primeira gestora de saúde do Brasil. O serviço chegou pra ajudar você na sua jornada de qualidade de vida, sem complicação, sem burocracia, pra quando você precisar. Não é só sobre curar doenças: é sobre ser saudável. Todo cliente Alice tem um time de saúde exclusivo à disposição. Esse time conta com médica, enfermeira, nutricionista e preparador físico que vão caminhar com você por toda a sua vida para que você consiga construir (e importante, cumprir) as metas para uma vida mais saudável.

Assim a gente se cuida no dia a dia, vai se tocando nos detalhes, fica de olho aos sinais amarelos do nosso corpo. E, se der ruim, na hora da emergência você conta também com um plano de saúde individual de alta qualidade. Uma experiência de primeira linha com os melhores hospitais e laboratórios de São Paulo. Além disso, a Alice tem um time de especialistas de ponta, com médicos renomados que só trabalham no próprio consultório particular.
Moradores de São Paulo já podem contratar agora seu plano na Alice. Entre no site www.alice.com.br e faça já sua simulação.


SONS E DRINKS – NOVA TEMPORADA

Novidades para os aficcionados por Podcast, fãs da Rede B9 ou simplesmente de um bom papo, com uma boa história acompanhada por uns bons drinks:

“Sons e Drinks”, nosso coquetel de histórias de bar em formato de podcast, está de volta para mais uma temporada com 6 conversas inéditas!

Quem gostou de mergulhar com o garçom Chico nas 6 primeiras histórias do balcão do bar Rosé, tem a chance de aproveitar ainda mais histórias de vida tão particulares quanto as nossas. E quem não conheceu o podcast na primeira temporada, tem a chance de ouro de maratonar.

Todos os desabafos, trajetórias, histórias de amores, desamores, propostas de vida, desistência… tudo aquilo voltou, em histórias curtas e profundas, embaladas no sabor dos mais deliciosos drinks: caipirinha, cuba libre, martini, mojito… E muito mais!

Descubra Sons & Drinks clicando aqui.


FALE CONOSCO

. Email: [email protected]

. Facebook: aqui

. Twitter: aqui

. Instagram: aqui

. LinkedIn: aqui

. Youtube: aqui


O Mamilos é uma produção do B9
 

Apresentação: Ju Wallauer e Cris Bartis
Coordenação Geral: Carlos Merigo, Ju Wallauer e Cris Bartis
Produção: Bia Souza
Pauta e pesquisa: Hiago Vinícius e Jaqueline Costa
Edição: Mariana Leão com trilhas de Angie Lopez
Identidade Visual: Helô D’Angelo 
Coordenação digital: Agê Barros, Pedro Strazza e Lucas de Brito
Atendimento e Comercialização: Rachel Casmala, Camila Mazza e Telma Zennaro