SXSW 2019: Sua mãe dizia que a maconha não ia te levar a lugar algum? Ela estava enganada

Festival este ano trouxe palestras sobre o Cannabusiness, o mundo do negócios criado em torno da famosa “verdinha”

por Marcelo Nogueira / Diretor Executivo de Criação, AlmapBBDO

Muita gente já deixou Austin, mas o festival continua bombando. Hoje eu resolvi dar um pulo numa das palestras de uma track (que é como eles agrupam as apresentações por assunto) que inaugurou neste ano e cujo tema era o Cannabusiness – mistura de cannabis com business, como você já deve ter deduzido (mas eu insisti em explicar assim mesmo).

A legalização da maconha caminha a passos largos aqui nos Estados Unidos desde que foi liberada no Canadá e, como eles fazem com qualquer coisa, já está virando um negócio milionário. Não sou um especialista no assunto (mesmo, mãe), mas aprendi que existem (prende o ar) 95 tipos diferentes de cannabis (pode soltar) e todas elas tem, em concentrações diferentes, os mesmos elementos químicos responsáveis pelos seus efeitos. Entre eles, os mais importantes são o já famoso THC, que é o que, em termos médicos, te deixa doidão, e um que eu nunca tinha ouvido falar, mas que é a estrela do momento, um tal de CBD.

O CBD é o responsável pelo efeito de relaxamento da maconha, mas não afeta o seu estado mental. Já existem N produtos feitos com esse treco por aqui. De canetinhas para fumar a pirulito relaxante.

Um monte de empresas novas estão investindo pesado no novo (?) mercado. Entre elas, a Marley, que, disseram, é de propriedade da família dele, o Bob em pessoa. É um mercado promissor, sem dúvida. Ser maconheiro, quem diria, pode te dar o status de ser um palestrante no SXSW – só tomara que na hora você não esqueça o que tinha preparado para falar. 

> Confira a cobertura completa do B9 no SXSW 2019

Compartilhe: