Microsoft investe US$ 1 bilhão em laboratório de inteligência artificial

O investimento fará da Microsoft a fornecedora exclusiva de serviços de computação em nuvem para a OpenAI, e as empresas trabalharão juntas para desenvolver novas tecnologias

por Soraia Alves

A Microsoft está investindo US$ 1 bilhão no OpenAI, um laboratório de pesquisa sobre inteligência artificial sediado em San Francisco, fundado por Elon Musk, Sam Altman, Ilya Sutskever e Greg Brockman.

O investimento fará da Microsoft a fornecedora exclusiva de serviços de computação em nuvem para a OpenAI, e as duas empresas trabalharão juntas para desenvolver novas tecnologias.

A OpenAI também licenciará parte de sua tecnologia para a Microsoft comercializar, embora ainda não tenha sido anunciado a partir de quando isso acontece.

O laboratório de pesquisa sem fins lucrativos foi criado em 2015, com a intenção de desenvolver alta tecnologia para empresas como Google e Amazon, especialmente ferramentas com IA. Mas no início deste ano, a OpenAI disse que precisava de mais dinheiro para continuar seus trabalhos, e montou uma nova empresa com fins lucrativos para buscar investimentos externos.

Para atrair patrocinadores, a OpenAI fez promessas grandes sobre o potencial de sua tecnologia. Sam Altman, que se tornou CEO do novo OpenAI com fins lucrativos, disse que se o laboratório conseguir criar inteligência geral artificial (AGI), poderia “talvez capturar o cone de luz de todo o valor futuro do universo”.

No momento, os pesquisadores são capazes de criar um software de IA que é sobre-humano em domínios específicos, como jogar certos jogos de tabuleiro ou analisar exames médicos, mas esses sistemas não conseguem transferir essa competência de uma tarefa para outra.

Quando exatamente os pesquisadores conseguirão criar AGI (se isso for realmente possível) ainda é uma incógnita. Em uma pesquisa recente com alguns dos principais especialistas do campo, a estimativa média aponta que há 50% de chance de criar AGI até 2099.

Em um comunicado, o CEO da Microsoft, Satya Nadella, disse que a parceria manterá a segurança da IA ​​no centro para que todos possam se beneficiar.

Compartilhe: