Primeira imagem de um buraco negro recebe prêmio de US$ 3 milhões

O valor total do prêmio será dividido entre os 347 cientistas que trabalharam juntos no projeto inovador

por Soraia Alves

A primeira imagem de um buraco negro recebeu o Prêmio Breakthrough, conhecido como “Oscar da Ciência” e estimado em US$ 3 milhões. A premiação é patrocinada por grandes executivos do Vale do Silício, como Mark Zuckerberg (CEO do Facebook) Sergey Brin (ex-presidente da Google), e reconhece os principais cientistas em diferentes áreas de estudo como física, matemática, astronomia, entre outros.

A imagem foi premiada na categoria de Física Fundamental. O valor total do prêmio será dividido entre os 347 cientistas que trabalharam juntos no projeto inovador que conseguiu a foto de um buraco negro localizado no centro da galáxia M87, a 55 milhões de anos-luz da Terra.

O resultado só foi possível graças aos dados recolhidos em observações feitas no comprimento de onda de  rádio, com uma rede de oito radiotelescópios espalhados pelo mundo.

Segundo o diretor do projeto, Shep Doeleman, a imagem marca apenas o início de novas descobertas em relação aos buracos negro. Em entrevista à AFP, Doeleman disse: “O que eu prevejo é que, até o final da próxima década, estaremos fazendo filmes de buracos negros em tempo real, de alta qualidade e que revelam não apenas a aparência deles, mas como eles agem no palco cósmico”.

Compartilhe: