appleb9

Rússia bane produtos sem software russo e Apple pode ter que deixar o país

Apenas produtos que podem ser alterados antes de chegar ao consumidor final poderão ser comercializados

por Matheus Fiore

Na Rússia, uma lei que aumenta o poder de censura na internet foi aprovada no começo de novembro. Como resultado, diversas medidas vem sendo tomadas para melhor controlar a internet e a penetração de empresas externas no mercado russo.

A novidade da vez é que nenhum computador, smartphone ou smart TV poderá ser vendido na Rússia, a menos que possua algum software russo pré-instalado em sua composição, como noticiou a BBC. Produtos que não se enquadrem na lei até poderão ser vendidos, mas terão de ter programas russos instalados neles antes de chegar ao consumidor.

Nem todo produto poderá ser alterado antes de ser vendido, o que fará com que muitos gadgets desapareçam do mercado do país. Os autores da lei afirmam que a ideia foi dar mais escolhas para a população, já que, com o amplo domínio de empresas externas no mercado tecnológico, o mercado consumidor russo acaba não tendo acesso aos produtos domésticos.

Empresas com a Apple, por exemplo, provavelmente teriam de cessar suas operações na Rússia, já que seu método de produção e venda não abre espaço para o implemento de softwares externos nos iPhones, iPads e laptops da empresa.

Compartilhe: