GettyImages-957210938

Novo “A Rede Social”? Blumhouse e roteirista de “A Grande Aposta” vão fazer filme sobre a queda da WeWork

Projeto terá como base extensa série de reportagens da Fast Company sobre o caso, que envolve CEO se tornando bilionário apesar do fracasso da própria empresa

por Pedro Strazza

A história recente da WeWork é possivelmente o caso que melhor simboliza a insanidade financeira e corporativa que o capitalismo se tornou no século XXI no sentido de que, mesmo nunca tendo se provado um negócio lucrativo e deixando milhares de funcionários em posição de risco, a empresa ainda foi capaz de tornar seu criador num bilionário. E é óbvio que Hollywood não demorou muito para perceber o potencial desta história.

De acordo com o The Hollywood Reporter, a Blumhouse Productions e a Universal fecharam negócio para a produção e distribuição de um filme sobre a criação, ascensão e queda da companhia de Adam Neumann, o tal CEO bilionário de lugar nenhum. O longa tomará como base a extensa reportagem de Katrina Brooker para o Fast Company sobre a trajetória da WeWork, que contou com extensas entrevistas com Neumann e diversas fontes na empresa e sua atual dona, a Softbank – um material que em breve deve se tornar em livro pelas mãos da editora W.W. Norton, aliás.

O projeto, vale dizer, será roteirizado por Charles Randolph, que junto de Adam McKay foi responsável pela adaptação de “A Grande Aposta” para os cinemas em 2015 e assina este ano o texto de “O Escândalo”, filme sobre os casos de assédio de Roger Ailes na Fox News que ajudou a fundar e que mira este ano um lugar na temporada de premiações. Segundo o anúncio, além do roteiro Randolph atuará também como produtor do longa, que ainda não tem nome oficial.

Como é de se esperar, o filme sobre a vida e “obra” de Adam Neumann e a trajetória torpe da WeWork ainda não tem previsão de lançamento.

Compartilhe: