Lyft lança serviço de aluguel de carros em São Francisco e Los Angeles

Modalidade permite que usuário use carro entre um dia e duas semanas, não oferecendo nenhuma restrição de milhagem e com valor de cobrança firmado no gasto com gasolina

por Pedro Strazza

Assim como o rival Uber, o Lyft nos últimos meses tem buscado aumentar o escopo de seus serviços para expandir as fontes de receita da companhia. E depois de um programa altruísta de descarte de veículos, a empresa agora está entrando de cabeça no negócio de aluguel de carros.

Anunciado no fim de semana passada, a nova modalidade foi disponibilizada no aplicativo na última quinta-feira (12) para as cidades estadunidenses de São Francisco e Los Angeles e conta com a oferta de dois cupons de 20 dólares para os usuários que mostrarem interesse em experimentar a aba. Ao contrário da operação principal de corridas, o serviço conta com algumas dinâmicas específicas: não há limite de milhas no uso dos veículos, os usuários precisam ter uma idade mínima de 22 anos (além, claro, de uma carteira de motorista) e a cobrança acontece a partir dos litros de gasolina gastos, com o valor ajustado para o preço do combustível na região.

Os motoristas não precisam reabastecer os carros antes de abandoná-los, podendo ficar entre um dia e duas semanas de posse do automóvel. Entre os modelos oferecidos neste início de trabalhos, a Lyft disponibilizou dois veículos da Volkswagen (o Passat e o Atlas) em São Francisco e dois da Mazda (o Mazda 3 e o CX-5) em Los Angeles. O valor de cobrança gira em torno de 35 dólares por dia – mas a companhia alega que este número muda de acordo com o horário em que o usuário pede o carro – e conta com opções de seguro.

A Lyft também declara que em breve deve disponibilizar opções híbridas de veículos, de forma a atender as tendências do mercado por veículos menos danosos ao clima. Planos de expansão ainda não foram divulgados pela companhia.

Compartilhe: