Na Argentina, propaganda da Brahma acusada de machismo é retirada do ar

Vários pontos do comercial foram criticados, inclusive a própria criação de uma cerveja mais doce "para mulher"

por Soraia Alves

O comercial de uma nova variedade de cerveja da Brahma, lançado na Argentina, gerou fortes comentários de repúdio nas redes sociais que caracterizaram o vídeo como machista.

Na propaganda, vemos uma mulher que não gosta de cerveja por seu sabor amargo, e que é levada contra a sua vontade até uma espécie de guru que está no mar para realizar o seu batismo de cerveja. “Este verão traz para você Brahma Lime: um Brahma com um toque de limão, menos amarga”, diz o narrador.

Vários pontos do comercial foram considerados problemáticos, desde o convencimento para a mulher fazer algo que na verdade não quer até a própria ideia de uma “cerveja para mulheres” que tenha um sabor menos amargo.

O projeto Mujeres Que No Fueron Tapa, que destaca estereótipos de mulheres usados na mídia argentina, também destacou os problemas do comercial: “O antigo recurso de nos fazer sentir garotas tolas para vender coisas para nós e para nos forçar a se encaixar. Você é pressionada e forçada a passar pelo ritual de iniciação para ‘tentar’ gostar do que na verdade não gosta”, questiona o coletivo.

Dada a repercussão negativa, a marca retirou a propaganda do ar e emitiu uma declaração pedindo desculpas.

“Na Brahma, respeitamos e celebramos as individualidades. E como sabemos que nem todo mundo gosta da mesma coisa, decidimos lançar uma cerveja com um toque de limão… Pedimos desculpas àqueles que sentiram o contrário. Não nos expressamos de maneira clara. Nossa intenção é continuar construindo uma sociedade mais justa e inclusiva, na qual possamos desfrutar de um momento com os amigos da maneira que escolhermos”, diz o comunicado.

Compartilhe: