Para investir na venda online, Bose fechará lojas nos EUA e na Europa

Japão e Austrália também deixarão de ter lojas da marca

por Matheus Fiore

Desde os anos 90, a Bose vem trabalhando para se firmar como uma das principais marcas de áudio do mercado. De lá para cá, a empresa obteve sucesso e se tornou referência, ao lado de concorrentes como a Audio-Technica e a Sony.

Ir às lojas da Bose era parte importante da experiência. Afinal, não só testar a qualidade do áudio, mas também sentir o produto em mãos e tirar dúvidas com especialistas era algo importante para os clientes. Como reportou o The Verge, porém, a Bose vai fechar todas as suas lojas físicas em importantes mercados: América do Norte, Europa, Japão e Austrália.

Ao todo, 119 lojas serão encerradas. A empresa visa, agora, investir na venda online. Apesar disso, 130 lojas ainda existirão no sudeste asiático, na Coréia do Sul, na China e nos Emirados Árabes. Apesar disso, a medida surtirá grande impacto para a marca. Todo o dinheiro investido nas lojas que fecharão será redirecionado para a venda online da marca.

A medida é, mesmo que surpreendente, uma marca das mudanças na forma de venda e consumo. Hoje, a presença online é tão ou mais importante que a presença física, já que a marca já está estabelecida e os clientes procuram, em vez de experimentar produtos, comprá-los com maior facilidade, algo que a venda online proporciona.

Compartilhe:
  • tags: