Meio milhão de Teslas receberão recall após problema com aceleração

Estimativa de agência aponta que 110 acidentes foram causados pelo problema

por Matheus Fiore

A Tesla se firmou no mercado automobilístico nos últimos anos com amplo domínio sob o nicho de veículos elétricos. A empresa de Elon Musk tem feito inovações tecnológicas que são oferecidas por poucos concorrentes. Porém, isso não livra a empresa de ter seus próprios problemas com suas frotas.

De acordo com a Reuters, meio milhão de veículos da Tesla sofrerão um recall por um pedido da agência nacional de segurança no trânsito dos Estados Unidos. Pelas investigações da agência, diversos veículos da Tesla estavam acelerando sem que o comando fosse acionado pelos motoristas, o que obviamente coloca em risco a segurança tanto dos pilotos, quanto dos passageiros e demais motoristas e pedestres que estejam nas proximidades.

Diversos modelos foram afetados pelo problema, como o Model S, fabricado entre 2012 e 2019, o Model X, fabricado entre 2016 e 2019 e o Model 3, fabricado entre 2018 e 2019. Há reclamações de clientes da Tesla de 127 cidades diferentes, incluindo 123 veículos com problemas registrados.

É estimado que 110 acidentes e 52 lesões foram causadas pelo problema da aceleração inesperada dos veículos. Os veículos da Tesla, vale lembrar, são famosos por, entre outras inovações tecnológicas, terem também uma função de autopilotagem bastante desenvolvida. Entretanto, como o problema afetou diversas frotas e modelos diferentes, não é difícil imaginar que o problema seja oriundo de um erro do software da empresa.

Compartilhe: