Falha permite a hackers que clonem chaves de carros da Toyota, Hyundai e Kia

Veículos da Tesla também estavam vulneráveis, mas atualização providenciada pela fabricante consertou problema

por Matheus Fiore

Os carros que não precisam de chaves físicas para serem abertos e ligados à distância são cada vez mais comuns. A tecnologia, que antes era exclusiva dos veículos mais caros, tem se tornado mais popular, mesmo que ainda esteja presente nos modelos mais modernos e de primeira linha de empresas como a Tesla.

Essa tecnologia, porém, também tem suas falhas. Segundo o Wired, hackers aprenderam a invadir os sistemas de segurança de veículos que utilizam chips, e tornaram milhões de carros vulneráveis a invasões e roubos. Falhas na criptografia e alguns truques simples foram suficientes para que, em apenas alguns segundos, os ladrões pudessem roubar os veículos de algumas marcas.

A descoberta foi feita por pesquisadores das universidades KU Leuven, da Bélgica, e Birmingham, no Reino Unido. O relatório revela que os problemas estão presentes em veículos de Toyota, Hyundai e Kia, que utilizaram um sistema de encriptação chamado DST80. O problema do sistema é que ele requer apenas um simples transmissor, a ser utilizado próximo do veículo, para que a invasão seja feita.

Anteriormente, os veículos da Tesla também estavam vulneráveis à invasão, mas a empresa implementou uma atualização que fortaleceu a segurança de seu sistema. Entre os veículos vulneráveis, estão Camry, Corolla e RAV4 da Toyota, Optima, Soul e Rio da Kia e 110, 120 e 140 da Hyundai. A lista completa pode ser conferida na tabela abaixo:

Compartilhe: