Com modo escuro e navegação simplificada, Facebook inaugura nova interface para desktop

Design aproxima visual da plataforma nos computadores para o já estabelecido no mobile, com opções de acesso rápido a diferentes seções e o fim da tradicional barra azul superior

por Pedro Strazza

Depois de alguns testes finais no início do ano, o Facebook enfim está inaugurando nesta sexta-feira (8) o “The New Facebook”, a tal da nova interface de desktop repaginada para a principal rede social de Mark Zuckerberg. Anunciado primeiro na F8 de 2019, o novo modelo está sendo disponibilizados aos poucos em todo o globo e traz um visual minimalista à plataforma, simplificando sua navegação conforme adota alguns procedimentos da versão para celular.

Entre as mudanças mais chamativas, o design providencia uma nova barra principal no topo do site que é bastante similar à interface dos aplicativos para celular, com acessos rápidos às seções principal, Watch, Marketplace, Gaming e dos grupos do Facebook.

“Nós crescemos desde que o facebook.com foi lançado há 16 anos. Nós construímos novas ferramentas, otimizamos novos aparelhos e sistemas operacionais e expandimos para centenas de línguas.” escreve a companhia no anúncio oficial; “Recentemente passamos a focar na experiência mobile do Facebook e percebemos que a versão para desktop ficou para trás. Estava na hora de ficar em dia”.

Entre as novidades, a mais midiática sem dúvida é o modo escuro da plataforma, que agora fica disponível para uso em computadores na seção de rápido acesso das configurações da conta e em teoria vem para auxiliar na experiência de vídeo do Facebook – que até mesmo deixou de exibir a tradicional “barra azul” no topo do site. Há outros novos recursos à disposição no formato, porém, incluindo a simplificação do processo de criar páginas, grupos e anúncios dentro da rede social – além da otimização do carregamento de páginas dentro da plataforma, um problema antigo na companhia.

O Facebook ainda escreve no anúncio que espera por feedback dos usuários nestes primeiros dias de instalação para consertar quaisquer bugs e erros procedurais que tenham ficado para trás. O importante a notar é que o “novo Facebook” veio para ficar: além dos vindouros novos usuários já terem acesso à interface a partir de agora, a comunidade atual eventualmente será 100% integrada ao novo design.

Compartilhe: