blackin

Ação “BlackIn” busca dar visibilidade a profissionais negros no LinkedIn

Iniciativa convida principais executivos do mercado criativo a ceder espaço e alcance a talentos negros desempregados na rede social

por Pedro Strazza

As atuais manifestações despertadas pelo assassinato de George Floyd trouxeram à tona diversas questões relacionadas à injustiça racial e o racismo sistêmico. Isso obviamente inclui o meio profissional, com diversas iniciativas sendo postas em movimento para equilibrar os quadros e promover uma diversidade verdadeira no ambiente de trabalho – nos EUA, por exemplo, as principais agências de publicidade se comprometeram a liberar dados internos para ajudar nesta missão.

É neste contexto do aumento de discussões sobre o racismo e a importância de se combater o problema que três criativas brasileiras lançaram no LinkedIn a ação “BlackIn”, que busca dar visibilidade e aumentar as chances de contratação de profissionais negros no mercado brasileiro. O projeto consiste basicamente de nomes relevantes da indústria criativa cederem suas páginas na rede social para que trabalhadores não brancos e desempregados possam divulgar seus trabalhos a um maior número de pessoas.

A ação é de autoria da diretora de arte Damaris Oliveira e das redatoras Bruna Porto e Kady Ivassaki, além de contar com o apoio institucional da agência Mutato. O passo a passo do “BlackIn” é simples: o profissional deve escolher um talento disponível dentro de uma planilha criada pela iniciativa, alterar sua foto de perfil e a seção “Sobre” para as do escolhido e trocar sua capa no LinkedIn pelo modelo divulgado na #conheçaumprofissionalnegro.

Entre os profissionais que já se juntaram à iniciativa estão Andre Passamani, coCEO da Mutato; Cristina Naumovs, sócia da Apego Inc.; Daniel Cecconello, vice-presidente de operações da Mutato; Decio Freitas, vice-presidente de negócios da Mutato; Eduardo Camargo, coCEO da Mutato; Eduardo Vieira, CEO da Ideal H+K; Fernanda Guimarães, gerente de Creative Shop do Facebook; Flavia Rosario, gerente de marketing do consumidor e parcerias da Latam e do Waze; Ivan Guerra, criativo da Forsman & Bodenfors em Cingapura; Ken Fujioka, sócio da ADA Strategy; Laura Florence, fundadora da More Grls e ECD da Havas Health & You; Luiz Gustavo Vitti, CPO da iFood; Pedro Reiss, CEO da Wunderman Thompson Brasil; e Ricardo Kaufmann, gerente de relações públicas da Loft.

Você pode conhecer mais detalhes do projeto aqui.

Compartilhe: