liver

Dona de “Fortnite” e “League of Legends”, Tencent vai transmitir a Premier League na China

É a primeira vez que a liga inglesa negocia seus direitos de transmissão para alguém que não seja uma emissora de TV em um de seus principais mercados

por Pedro Strazza

A Tencent será responsável pela transmissão oficial da liga inglesa de futebol na China. Conhecida por ser dona do WeChat e dos estúdios Riot Games e Epic Games, a companhia também atua como provedora de serviços de internet no território chinês e confirmou nessa quinta (17) o acordo com a Premier League para a exibição dos jogos do torneio.

Embora valores oficiais não tenham sido divulgados, o número pago pela Tencent sobre os direitos certamente é alto. De acordo com a Bloomberg, a detentora anterior da transmissão no país, a emissora PPTV, tinha pago um total de 500 milhões de libras (ou R$ 3,396 bilhões) por um acordo de três anos com a liga, pagando o equivalente a 25 milhões de libras por clube envolvido no contrato.

O rompimento do contrato da Premier League com a PPTV foi fundamental para a entrada da Tencent no negócio, vale acrescentar. A emissora parou de realizar os pagamentos depois da chegada da pandemia no Reino Unido, quando a liga teve que interromper o campeonato, e não retomou o contrato mesmo depois que o torneio foi restabelecido. Agora, a liga pela primeira vez experimenta ceder os direitos de transmissão a um terceiro que não trabalhe com televisão em um mercado visto como grande – emissoras sempre foram a preferência da Premier League nestes territórios.

A parceria vai permitir que a Tencent exiba o resto da atual temporada em seu ecossistema de plataformas, que além do WeChat incluem a QQ.com e o Tencent Video, e também que os clubes compartilhem clipes das partidas ao vivo para em tese ampliar o engajamento com as respectivas torcidas no país. Metade dos jogos serão exibidos de graça pela companhia.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link