new-yorker-ataques-asiaticos

Capa do “The New Yorker” retrata medo dos asiáticos por intolerância nos EUA

Intitulada "Delayed", a ilustração do artista R. Kikuo Johnson retrata o impacto psicológico dos recentes crimes de ódio contra asiáticos no país

por Soraia Alves

O “The New Yorker” revelou a capa de sua próxima edição, que retrata o impacto psicológico dos recentes crimes de ódio contra asiáticos nos Estados Unidos. Os discursos de intolerância a asiáticos no país aumentaram drasticamente nos últimos meses, incluindo situações de agressão e o ataque a três casas de massagem na região de Atlanta, que levou a morte de 8 mulheres, sendo 6 deles de origem asiática.

Intitulada “Delayed”, a ilustração do artista R. Kikuo Johnson mostra uma mulher asiática segurando a mão de sua filha enquanto esperam em uma plataforma de metrô. De forma simples, Johnson mostra a linguagem corporal sutilmente cautelosa e as expressões ansiosas das duas, representando o momento de ansiedade e atenção por estar em público.

A obra viralizou rapidamente no Twitter, com inúmeras pessoas reconhecendo e elogiando a tensão silenciosa e apreensão que os asiáticos têm vivido.

Segundo Johnson, sua inspiração para a arte incluiu a investigação de vários relatórios sobre crimes de ódio anti-asiáticos que estão ocorrendo desde o início da pandemia de Covid-19. Para o artista, os relatórios foram difíceis de ler: “Imaginei minha própria mãe naquela situação. Pensei em minha avó e minha tia, que têm sido minhas maiores fontes de apoio. A mãe do desenho é composta por todas essas mulheres.”

Compartilhe: