cover-tiktok2 (3)

Nos Estados Unidos, TikTok passa a ​​coletar dados biométricos dos usuários

Mudança na política de privacidade da rede social apresenta uma nova seção que diz que o app "pode ​​coletar identificadores biométricos e informações biométricas"

por Soraia Alves

Na última quarta-feira, 02/06, o TikTok fez uma mudança na política de privacidade da rede social nos Estados Unidos, apresentando uma nova seção que diz que o app “pode ​​coletar identificadores biométricos e informações biométricas” do conteúdo de seus usuários. Isso inclui coisas como “impressões faciais e de voz”, como explica a descrição.

A atualização explica que o TikTok pode coletar informações sobre as imagens e áudios que estão nos conteúdos dos usuários, “como a identificação dos objetos e cenários que aparecem, a existência e localização dentro de uma imagem de características e atributos de rosto e corpo, a natureza do áudio e o texto das palavras faladas em seu Conteúdo do Usuário.” Apesar de um tanto assustador, outras redes sociais já fazem esse reconhecimento de objetos em imagens, bem como para fins de segmentação de anúncios.

A política também observa que esta parte da coleta de dados é para habilitar “efeitos especiais de vídeo, para moderação de conteúdo, para classificação demográfica, para conteúdo e recomendações de anúncios e para outras operações de não identificação pessoal”, diz ela.

Nos Estados Unidos, atualmente apenas alguns estados possuem leis de privacidade biométrica, incluindo Illinois, Washington, Califórnia, Texas e Nova York. Isso significa que se o TikTok apenas solicitasse consentimento “quando exigido por lei”, apenas os usuários desses estados seriam notificados sobre a coleta de dados.

De acordo com o Techcrunch, o TikTok não confirmou quais desenvolvimentos de produto exigiam a adição de dados biométricos à sua lista de divulgações sobre as informações que coleta automaticamente dos usuários. Mas a plataforma afirma que solicitaria consentimento caso tais práticas de coleta de dados fossem iniciadas.

O comunicado da empresa só diz o óbvio: “Como parte de nosso compromisso contínuo com a transparência, recentemente atualizamos nossa Política de Privacidade para fornecer mais clareza sobre as informações que podemos coletar”, segundo um porta-voz do TikTok. A plataforma também não informou se ou quando a mesma atualização chega para os usuários de outros países.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link