fbpx
boticario-dia-dos-pais2021
Imagem: Divulgação/Grupo Boticário

Grupo Boticário propõe reflexão sobre tempo dedicado à paternidade

Campanha faz um convite para que a sociedade e outras empresas reflitam sobre o tempo dedicado à construção das relações de afeto entre pais e filhos

por Soraia Alves

O Grupo Boticário, empresa brasileira pioneira em adotar a Licença Parental Universal para todos os seus colaboradores, lança para o Dia dos Pais uma campanha que faz um convite para que toda a sociedade e outras empresas reflitam sobre o tempo dedicado à construção das relações de afeto entre pais e filhos.

“O papel dos pais na criação dos filhos vem se transformando. O Grupo Boticário faz parte dessa transformação e está comprometido com a defesa pela equidade de gênero. Acreditamos na importância da relação de afeto que se estabelece na criação dos filhos, por isso, queremos incentivar nossos colaboradores e toda a sociedade a refletirem sobre o tempo que dedicam a suas famílias”, afirma Sandro Bassili, vice-presidente de Pessoas e Assuntos Institucionais do Grupo Boticário.

A maior marca do Grupo, conhecida por contar histórias reais em suas campanhas, também destacou a presença e amor paternos. “Ser pai não é o colocar um filho no mundo, é colocar todo amor do mundo num filho”, diz o comunicado da empresa.

Esse é o fio condutor da campanha de Dia dos Pais da marca “O Boticário”, que tem por objetivo valorizar as relações familiares. O filme retrata a história de Marivaldo de Paula e sua filha Ana Cristina, que ficou conhecida em 2014 quando o professor levantou fundos para viabilizar o transplante coclear de sua filha com deficiência auditiva. Ele viralizou na internet ao tatuar o dispositivo usado pela filha na cabeça. O gesto, que para ele “é coisa de pai”, emocionou e inspirou muita gente ao falar de representatividade e amor.

Desde julho de 2021, o Grupo Boticário passou a oferecer licença parental 100% remunerada de 4 meses aos seus 12 mil colaboradores. O benefício para homens inclui casais homoafetivos e pais de filhos não-consanguíneos. As mulheres têm a licença de até 180 dias.

Desde o anúncio da iniciativa, em abril, 63 funcionários já declararam que serão pais entre 2021 e 2022, e terão a licença estendida quando chegarem seus bebês ou uma nova criança adotada por suas famílias.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link