fbpx
b9first person

Facebook pesquisa inteligências artificiais que lembram de tudo que você faz

Novo projeto da rede social dedica tempo e dinheiro em melhorar seus dispositivos de realidade aumentada

por Carolina Firmino

Permitir que os computadores se comportem e percebam o mundo como o ser humano faz está no centro da maioria dos projetos de visão computacional. Hoje, o Facebook – quase sempre liderando essa corrida – deu mais detalhes sobre suas ambições nesse sentido em nota sobre o Ego4D, que se refere à análise de vídeo em primeira pessoa e representa um conjunto de dados e uma série de operações que o Facebook acredita ser parte das demandas de inteligência artificial no futuro.

Segundo o site The Verge, a pesquisa liderada pela equipe de IA de Mark Zuckerberg  desenvolve sistemas que estão constantemente analisando a vida das pessoas a partir desses vídeos, registrando o que veem, fazem e ouvem para ajudá-los nas tarefas diárias. Entre as habilidades que os pesquisadores desejam consolidar está a de “memória episódica”, que respondem a perguntas como “onde deixei minhas chaves?”.

O Facebook revelou o recrutamento de 13 universidades em nove países, que coletaram 2.200 horas de filmagem de 700 participantes, todas nessa perspectiva do usuário, em situações como brincar com o animal de estimação, se encontrar com amigos etc.

Lado a lado com o estudo, a empresa está investindo na construção de seus próprios óculos de RA com a Ray-Ban. Essa, no entanto, é uma preocupação de especialistas em privacidade. O receio é que, com os dispositivos, as pessoas possam não só gravar umas às outras secretamente, mas analisar as imagens e seus comportamentos.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link