fbpx
header nodulo virtual ok
Imagem: Divulgação

Amaro transforma ferramenta de vendas do Instagram em ação de conscientização do Outubro Rosa

"Bolinha" da rede social vai redirecionar usuários para página especial com informações sobre os exames preventivos do câncer de mama

por Pedro Strazza

Para o mês do Outubro Rosa, a Amaro decidiu reaproveitar uma das ferramentas de vendas do Instagram para divulgar informações relacionadas ao câncer de mama. A famosa bolinha de conteúdo da rede social, que redireciona o usuário para sites de compra, vai até o fim do mês emitir avisos customizados relacionados à atenção para checagens rotineiras da área para detecção da doença quando para produtos da empresa.

Criada junto da VMLY&R e batizada de “Nódulo Virtual”, a ação marca a primeira ocasião em que o recurso do Instagram é utilizado para uma campanha de conteúdo e inclui mensagens como “Nossa, essa bolinha está estranha” e “Melhor checar essa bolinha, hein?” entre as notificações usadas. Além disso, a bolinha vai redirecionar a conta para uma página especial, criada por diferentes empresas para conscientizar dos exames preventivos de câncer de mama e fornecer informações de atendimento em ONGs especializadas e redes de saúde públicas e privadas.

A ideia é realmente comparar a imagem do recurso com o nódulo detectado nos exames de rotina. Você pode conferir exemplos de aplicação abaixo.

Na divulgação oficial, a diretora de criação da Amaro, Luciana Cardoso, escreve que a campanha foi pensada tendo justamente como base o público feminino da marca. “Como um ecossistema de lifestyle feminino e que dialoga com uma comunidade de 1 milhão de mulheres – entre seguidoras e nossa base de consumidoras, queremos estar com elas nos momentos importantes das suas vidas, facilitando o acesso à informação e comunicando autocuidado e auto-estima”, comenta a executiva; “Queremos muito que essa ação as incentive a marcar um médico e a fazer os exames, caso não tenham feito, e que colabore para a adoção desse hábito de saúde em todos os anos”.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link