fbpx
Jair-Bolsonaro
Imagem: Sergio Lima/AFP

Facebook pela primeira vez derruba live de Jair Bolsonaro por desinformação

Transmissão do presidente foi removida por romper diretrizes da empresa contra desinformação ao alegar que vacinação da Covid-19 tem ligação com AIDS

por Pedro Strazza

O Facebook no último domingo (24) derrubou a live mais recente do presidente Jair Bolsonaro. Realizada na quinta-feira passada, 21 de outubro, a transmissão não aparece mais para visualização no Facebook e no Instagram por espalhar desinformação sobre a pandemia do Covid-19.

A companhia justifica oficialmente a decisão lembrando de suas diretrizes contra a propagação de informações falsas sobre a vacina, escrevendo que “Nossas políticas não permitem alegação de que as vacinas de Covid-19 matam ou podem causar danos graves às pessoas”.

A regra é citada porque Bolsonaro leu durante a transmissão uma notícia falsa que alegava que o público vacinado contra o coronavírus estava contraindo AIDS após a administração das duas doses – uma ligação mentirosa e absurda. A Folha de São Paulo ainda afirma que a remoção ocorreu porque a fala foi considerada “taxativa” pela empresa.

A situação marca a primeira ocasião em que o Facebook tira do ar uma live do presidente do país, bem como a segunda em que mexe com qualquer conteúdo de suas redes sociais. Até então, a única ocasião em que uma medida do tipo aconteceu foi em março de 2020, quando uma publicação de Bolsonaro citando o uso da cloroquina para tratar a doença e defendendo o fim do isolamento social foi derrubada pela companhia.

O Planalto não se pronunciou sobre o caso até o momento.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link