FIFA testa sistema de detecção de impedimento via inteligência artificial
wbi3tsusw9di7afas9t4
Imagem: Olympics

FIFA testa sistema de detecção de impedimento via inteligência artificial

Tecnologia busca melhorar avaliação de situações de impedimento e pode ser utilizada na Copa do Mundo do Catar

por Pedro Strazza

A FIFA começou a testar um novo sistema de detecção de impedimento que deve usar tecnologia de inteligência artificial para facilitar o processo de identificar jogadores que estejam atacando à frente da defesa na recepção da bola. O procedimento é batizado de “tecnologia de impedimento semi-automático” e envolve o uso de câmeras no topo dos estádios para localizar os membros dos integrantes de cada equipe.

A organização confirmou o uso do sistema na Copa das Nações Árabes, que começou nesta terça-feira (30) no Catar que também será sede da próxima Copa do Mundo. De acordo com a BBC, o plano é usar a tecnologia no campeonato principal caso esse teste seja bem sucedido.

Ainda de acordo com a BBC, as 10 a 12 câmeras instaladas para o sistema permitem que a IA colete dados de até 29 pontos do corpo do jogador em 50 vezes por segundo, enviando o volume aos oficiais na sala de operação para definir com precisão quando o time estava atuando em posição de impedimento. A ideia é resolver as dúvidas geradas nesses momentos do jogo, algo que nem o VAR conseguiu sanar nos últimos 4 anos.

À imprensa, o chefe de arbitragem da FIFA Pierluigi Collina diz que ainda há “áreas a se melhorar” mesmo depois do VAR ter sido estabelecido nas partidas, o que inclui naturalmente o impedimento. “Nós estamos conscientes que o processo de avaliar impedimentos pode demorar mais, especialmente quando são situações limite” declara o oficial, que finaliza comentando que a organização “também está consciente que o posicionamento das linhas pode não ser 100% preciso”.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link