Artista transforma seus óvulos em NFTs e os coloca à venda no Art Basel Miami Beach
Narine Arakelian
Imagem: Reprodução narinearakelian.com

Artista transforma seus óvulos em NFTs e os coloca à venda no Art Basel Miami Beach

Narine Arakelian criou uma pintura incorporada a um contrato que transfere os direitos de um de seus óvulos a quem adquirir a obra

por Carolina Firmino

Em 2021, o Art Basel Miami Beach abrigou uma infinidade de obras de arte simbólicas e NFTs. Entre os trabalhos mais inusitados está o de uma artista visual armênia nascida na Sibéria. Narine Arakelian criou uma pintura incorporada a um contrato que transfere os direitos de um de seus óvulos a quem adquirir a obra.

Arakelian tem 42 anos e baseia sua arte em questões sociais e culturais, como mulheres e estereótipos de gênero, escolhendo retratá-las em uma mistura de arte visual e performática com tecnologia digital – algo que ficou bem claro em seu primeiro NFT.

Segundo o site Design Taxi, a artista deseja que o comprador use o óvulo para conceber um filho, e espera que a compra seja feita por um casal que esteja tentando engravidar, mas não consegue. “Estou muito feliz por trazer uma criança ao mundo por meio da minha arte”, compartilhou Arakelian em um comunicado. Ela enfatizou que essa criança seria amada por sua vida, em vez de ser vista como uma obra de arte.

“Meus trabalhos artísticos são todos meus filhos e o fato de este realmente produzir um filho é maravilhoso”, diz Arakelian, que já é mãe de um garoto de 21 anos. “A arte sempre significará muito para o comprador porque trouxe seu filho! Sempre carregará aquela memória especial”, completa.

A arte que detém os direitos sobre o óvulo é parte de uma peça de parede em três partes com as palavras “Ame, Espere, Viva”

No Brasil, esse tipo de transação não seria possível, já que o processo de doação de óvulos em território nacional deve ser anônimo e sem exigir qualquer recompensa – neste caso, por exemplo, só recebe o óvulo quem adquire o NFT.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link