Amazon, Meta, Twitter e outras empresas cancelam participação presencial na CES 2022
CES-2022
Imagem: Divulgação

Amazon, Meta, Twitter e outras empresas cancelam participação presencial na CES 2022

Mudança de planos acontece devido a uma nova onda de casos Covid-19 nos Estados Unidos e o avanço da variante ômicron no país

por Soraia Alves

A CES 2022 estava garantida como evento presencial marcado para começar no dia 05 de janeiro, com apenas uma parte da feira acontecendo de forma virtual. Mas nesta semana a configuração do evento começou a mudar, após uma sucessão de cancelamentos de participações presenciais de grandes empresas.

Nomes de peso como T-Mobile, Amazon, Meta, Twitter, Pinterest e iHeartRadio anunciaram que não comparecerão presencialmente na exposição, que acontece anualmente em Las Vegas. A mudança de planos acontece devido a uma nova onda de casos Covid-19 nos Estados Unidos e o avanço da variante ômicron no país.

A T-Mobile foi a primeira grande participante a desistir do evento presencial, com o CEO Mike Sievert anunciando publicamente que a empresa não comparecerá à CES 2020 no próximo mês. “A T-Mobile continuará a servir como patrocinadora da CES e patrocinadora do título do DRL Championship Race, mas a grande maioria de nossa equipe não viajará para Las Vegas”, diz o comunicado à imprensa da empresa. “Além disso, o CEO da T-Mobile, Mike Sievert, não oferecerá mais uma palestra presencial ou virtual.”

A Amazon aproveitou o gancho e também anunciou a decisão de não comparecer presencialmente ao evento, assim como Meta e Twitter, que teriam uma participação modesta na feira.

Outras empresas, como Samsung, GM e Panasonic, que possuem espaço de maior destaque na CES, ainda não se pronunciaram sobre qualquer alteração em suas respectivas programações. Já a Sony e a LG confirmaram ao The Verge que seus planos continuam os mesmos. Um representante da Sony sugeriu que a empresa ainda planeja comparecer presencialmente em Las Vegas, enquanto a LG afirma que se mantém no evento com um estande “não tradicional”, que fará uso de códigos QR e AR para exibir os produtos.

Em conversa com o Adweek na manhã de quarta-feira, 22/12, a Consumer Technology Association, organizadora da CES, afirmou que ainda planeja manter uma parte do evento de forma presencial. “Neste ponto, estamos muito focados em ter o evento, fazê-lo com segurança e aplicar os protocolos certos para garantir que as pessoas se sintam confortáveis ​​com o evento”, disse um executivo do CTA.

Compartilhe:
  • tags:
icone de linkCopiar link