Spirit of Clash: Justiça para os 96 de Hillsborough

por Rafael Merel

Shows são bacanas. Shows com artistas de diferentes bandas tocando juntos são mais bacanas. Shows onde estes artistas são do naipe de integrantes do Clash, Stone Roses e Farm são mais bacanas ainda. E um show onde eles fazem isso abrindo mão de caches em prol de uma boa causa, bom aí é o Spirit of Clash.

Mas deixemos a espírito esperando um pouco pra falar da boa causa e – por que não? – colocar um pouco de futebol e publicidade neste post.

Começamos com o futebol. Você possivelmente não conheça o time do Sheffield Wednesday da Inglaterra. Talvez não saiba que ele tem um estádio chamado Hillsborough. Mas o que você precisa saber é que o estádio de Hillsborough foi palco de um jogo histórico em 1989: Liverpool e Nottingham Forest pela Copa da Inglaterra.

Por que o jogo foi histórico? Bom, para começar ele durou apenas 6 minutos. Foi o tempo para começar um tumulto no estádio superlotado que acabou com 96 torcedores mortos e cerca de 800 feridos.

Pode ser pior? O pior é que pode. Aqui entrou a cobertura do jornal The Sun. Para entender o tamanho da encrenca, esta ao lado foi a capa do jornal no dia seguinte da tragédia trazendo “a verdade”.

Todo mundo ficou chocado. Depois do choque virou indignação. E a indignação levou a um boicote. Aqui chegamos na parte da publicidade.

“Don’t buy the Sun” virou uma campanha de boicote ao jornal em repúdio a maneira como ele cobriu a tragédia. Junto com ele veio a “Hillsborough Justice Campaign”, buscando respostas, culpados e, claro, justiça para os 96 mortos.

Ainda está ai? Ótimo, porque agora a gente volta para a música. O show foi organizado pelo ex-Clash Mick Jones com renda revertida para a tal Justice Campaign que ajuda os sobreviventes da tragédia. Boa música por uma causa melhor ainda. Clap, clap, clap a @todososenvolvidos.

Aqui dá pra conferir um pouco do que rolou.

Teve The Clash:

Farm:

E até uma palhinha de Stone Roses antes de mais um pouco de Clash:

Compartilhe: