swarm-foursquare-960

Foursquare lança seu ‘spin off’ – é o Swarm, que ajuda a encontrar os amigos

O app original também será renovado para fazer recomendações ainda melhores

por Jacqueline Lafloufa

Esqueça o check-in. A nova fase do Foursquare quer que você não precise mais ficar manualmente oferecendo dados para o app, e passe a receber informações ainda mais valiosas. Mas para isso, será preciso radicalizar: o Foursquare vai se dividir em dois aplicativos, com focos diferentes e minimizando ao máximo a necessidade dos usuários darem check-in. O novo app, que será quase como um ‘spin off’ do original, é o Swarm, que deverá ser disponibilizado dentro de alguns meses. Ele irá concentrar uma localização genérica de onde você e os seus amigos se encontram, subdividindo por cidades ou bairros –  o que basicamente dá a dica de por onde você anda, sem precisar passar as coordenadas exatas.

A intenção é criar como se fosse uma grande lista de contatos de um serviço de mensagens instantâneas, só que ao invés de te dizer quem está ‘online e offline’, o Swarm seria capaz de dizer o quão perto de você essas pessoas se encontram. O melhor? Sem precisar fazer check-in, bastará ter seu smartphone por perto.

swarm_group

Além da chegada do Swarm, o Foursquare também irá passar por uma renovação. O aplicativo terá como principal objetivo fazer as melhores recomendações de locais ao seu redor, usando dados de geolocalização. “A ideia da empresa nunca foi fazer um botão de check-in incrível”, brinca Dennis Crowley, CEO do Foursquare, em entrevista exclusiva ao The Verge. Ele explica que o novo Foursquare não vai ficar implorando por um check-in, mas que vai identificar, baseado nos seus gostos, quais locais da região que valeriam uma visita.

 “Assim como você não precisa tuitar para aproveitar o Twitter, dividir o Foursquare em dois vai ajudar a deixar claro para a audiência que você não precisa fazer um check-in para ter acesso a uma informação valiosa no Foursquare” 

compartilhe

Isso porque depois de coletar mais de 6 bilhões de check-ins, que catalogaram mais de 60 milhões de estabelecimentos, o Foursquare agora consegue identificar, através de sinal de GPS, triangulação de sinal ou até mesmo via Wi-Fi, onde exatamente você se encontra. Com isso, é possível computar as visitas que você fez a bares, por exemplo, mesmo que não tenha feito check-in em cada um deles, e oferecer sugestões relacionadas, com base nas suas preferências, cuidadosamente observadas pela inteligência do app, que foi apelidada de ‘Peregrino’.

Essa pivotagem vai fazer com que o Foursquare dispute mercado com o Yelp – ao invés de recomendar o ‘melhor lugar’, como faz o Yelp, o Foursquare pretende oferecer a dica do ‘melhor lugar de acordo com as suas preferências’, o que pode ser um grande diferencial para o app. “Assim como você não precisa tuitar para aproveitar o Twitter, dividir o Foursquare em dois vai ajudar a deixar claro para a audiência que você não precisa fazer um check-in para ter acesso a uma informação valiosa no Foursquare”, defende Bijan Sabet, um dos mais antigos investidores do aplicativo,  e atualmente membro do conselho da empresa.

Apesar de independentes, os apps estarão conectados um com o outro da mesma forma que o Gmail funciona com o app do Chrome, ou o Facebook faz com o Facebook Messenger – os usuários serão redirecionados de um app para o outro com razoável facilidade.

Tanto a renovação do Foursquare quanto a chegada do Swarm ainda vão demorar algumas semanas. A atualização do Foursquare deverá aparecer na App Store ou na Google Play assim que for disponibilizada, e quem quiser pode se cadastrar em uma listinha para ser convidado para o Swarm assim que ele estrear.

Compartilhe: