Campanha por direção mais segura usa trecho de acidente registrado com uma GoPro

As cenas são fortes, mas não gráficas, e foram liberadas pela família para conscientizar motoristas

por Jacqueline Lafloufa

Assim como muitos motociclistas, David Holmes se preparou para gravar um trechinho do seu passeio, fixando uma GoPro em seu capacete. Ao invés de gravar momentos felizes e de muita adrenalina, a câmera de David acabou registrando seu fatal acidente. Ele faleceu aos 38 anos, vítima de uma colisão com um carro, enquanto dirigia a quase 160 km/h.

Para conscientizar sobre o cuidado com a velocidade e com a cautela na direção, a mãe de Holmes liberou o uso do trecho registrado pela GoPro do filho para ser utilizado em uma campanha por uma direção mais segura. As imagens não são gráficas – não há sangue, nem nada visualmente forte – mas é possível ouvir um David assustado antes da colisão, e a câmera parada no final dá o tom dramático, que ajuda a levar a audiência a refletir sobre suas atitudes no trânsito.

Intercalada com as imagens da colisão, há uma entrevista com a mãe do motociclista, que diz ter ciência de que o filho estava dirigindo em alta velocidade, e que espera que seu caso possa fazer com que outros motoristas e motociclistas pensem melhor ao acelerar os veículos ou adentrar um cruzamento.

Compartilhe: