A vida continua para quem doa e recebe órgãos

DM9DDB assina campanha para o Hospital Beneficência Portuguesa

por Amanda de Almeida

Quando nascemos, só temos uma única certeza na vida: a de que, um dia, vamos todos morrer. Como ou quando, ninguém sabe. Menos ainda sobre o que acontece depois do último suspiro, já que cada um tem lá sua crença. É preciso concordar, entretanto, que partes do nosso corpo podem seguir vivas, ajudando outras pessoas a sobreviverem.

Esse é o conceito de Homens de Gelo, campanha que a DM9DDB criou para o Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo para incentivar a doação de órgãos.

Ice Man - photo by Pedro Chavedar

Foram espalhadas por SP estátuas de gelo com órgãos que podem ser doados em destaque, mostrando que apesar de nossa vida ir “derretendo”, corações, pulmões e outros órgãos continuam intactos.

A DM9DDB destaca os números da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), que indicam que o Brasil registrou um aumento nas doações e transplantes de órgãos em 2014, quando 7.898 órgãos foram doados, 3% a mais do que em 2013. O número de doadores passou de 13,5 milhões em 2013 a 14,2 milhões em 2014.

Ainda assim, o trabalho não está concluído e ainda há muito a ser feito. É por isso que campanhas como essa e outras são tão necessárias e merecem destaque.

Compartilhe: