Christopher Nolan revela como conseguiu orçamento para realizar seu novo filme, “Dunkirk”

Diretor prometeu aos americanos da Warner um filme de realidade virtual sem óculos

por Gessica Borges

A menos de três semanas de lançar seu novo filme, “Dunkirk”, o diretor Christopher Nolan (Batman – O Cavaleiro das Trevas, A Origem, O Grande Truque) revelou em uma entrevista como conseguiu convencer os americanos (e patriotas) da Warner Bros a produzir um drama de guerra onde os protagonistas são britânicos.

O filme se passa na Segunda Guerra Mundial, e remonta a Operação Dínamo, comandada pela Força Expedicionária Britânica, e que conseguiu resgatar mais de 300 mil soldados que estavam cercados pelos alemães nazistas, na cidade francesa de Dunquerque, que dá nome ao filme.

Uma vez que a premissa não é nada inovadora na história do cinema americano, que está repleto de filmes de guerra, Nolan teve que apresentar uma nova perspectiva narrativa, para conseguir o orçamento digno de um épico americano, em um enredo se desenrola em torno de britânicos.

“Minha ideia para a Warner foi a seguinte: vamos colocar o público no cockpit de um avião de caça e deixá-los em um combate com os [aviões] Messerschmitt. Vamos colocá-los na praia, sentindo a areia por todos os lugares, lutando com as ondas. Vamos colocá-los em pequenos barcos civis saltando as ondas nessa enorme jornada para uma zona de guerra aterrorizante. Vamos fazer a realidade virtual sem óculos”.

Um drama de guerra dirigido por Christopher Nolan, filmado em IMAX 70mm, e com experiência que promete as maravilhas sensoriais da realidade virtual: temos motivos suficientes para começar a caça aos ingressos nos cinemas Imax do Brasil?

Você pode assistir ao trailer do filme neste link.

Compartilhe: