Coréia do Sul começa a construir uma cidade que não precisa de carros

Projeto avaliado em US$ 35 bilhões estará pronto até 2020

por Soraia Alves

A fim de diminuir todos os impactos causados pelo uso de carros no nosso dia a dia, a Coréia do Sul está construindo a primeira cidade que não precisará de nenhum automóvel para facilitar a vida de seus moradores.

O projeto International Business District é parte da cidade de Songdo e, até agora, já custou 35 bilhões de dólares. Toda a estrutura do lugar foi pensada para que os moradores possam fazer tudo à pé, desde ir ao trabalho até pegar os filhos na escola.

O desenvolvimento do IBD começou em 2002, e sua área prioriza um trânsito em massa e voltado para o transporte público e bicicletas. Assim, vemos que o uso de carros não é exatamente proibido, mas desnecessário.

Para os moradores, além do bom senso de respeitar a proposta do projeto, as vantagens financeiras são mais que convincentes.

A cidade estará concluída até 2020 e a estimativa é que ela ocupará 100 milhões de metros quadrados. Atualmente, já são 20 mil unidades residenciais completas no IBD, onde vivem cerca de 50 mil pessoas.

Compartilhe: