iPhone X

Apple determina prazo para que todos os aplicativos se adaptem ao iPhone X

Apps também deverão ser desenvolvidos com o SDK do iOS 11 ou posterior

por Gabriel Ribeiro

A Apple vai exigir que novos apps tragam o design compatível com o iPhone X. A partir de 1 de abril, todos os aplicativos postulantes a entrar na App Store deverão ser adaptáveis ao display Super Retina HD do novo aparelho. O mesmo será exigido para atualizações de apps já existentes na loja. O anúncio foi feito na tarde desta sexta-feira (16) em um e-mail enviado pela Maçã aos desenvolvedores.

Todos os novos aplicativos também deverão ser desenvolvidos utilizando a SDK do iOS 11. Desta forma, os programadores poderão aproveitar algumas novidades do kit de desenvolvimento como o ARKit, para realidade aumentada; o SiriKit, para ativar funções da Siri em aplicativos de terceiros; e também novas funções de câmera graças a uma nova API.

Na parte de visual, os apps deverão ser adaptados à tela do iPhone X.  A Apple tem um guia que mostra todos as resoluções, áreas seguras e margens. Vale a pena dar uma olhada se você é designer ou desenvolvedor.

O iPhone X trouxe uma das maiores mudanças nos dez anos do smartphone. Além de não ter o botão Home, o modelo conta com uma detalhe que envolve a câmera frontal, criando um espécie de topete, com chifres ou orelhas – ou outro nome que você queira chamar.

O ‘defeito’, zoado até pela Samsung, foi uma forma encontrada pela Apple de incluir os sensores para o Face ID em uma tela que cobre quase toda a parte frontal. As orelhas escondem menus invisíveis, como a central de notificações.

O problema é que o detalhe visual fez com que os aplicativos tivessem que ser repensados, seja pela ausência do botão físico, ou pelo novo elemento presente na tela. O ‘topete’ atrapalha a visualização e, em alguns apps não adaptados, o jeito era conviver com as barras pretas provocadas pelo redimensionamento.

A exigência da Apple também pode ser um sinal de que novos iPhones com o novo tipo de tela sejam lançados. Há uma expectativa de que pelo menos três novos aparelhos com o mesmo tipo de display cheguem ainda em 2018.

Compartilhe: