ai-b9

Inteligência artificial ajuda a verificar e corrigir sua reputação online

Plataforma classifica seu comportamento nas redes e potenciais problemas na busca de empregos

por Ana Roza

Mesmo que a inteligência artificial (ou AI) nos leve eventualmente para um levante pós-apocalíptico de robôs, temos que admitir que ela tem impulsionado diversos feitos atualmente. Depois da Forbes anunciar a criação de uma “persona” para a corrupção no Brasil, o BrandYourself desenvolveu uma ferramenta mais precisa para você avaliar seu histórico on-line. A tática, já utilizada por empresas em algumas fases iniciais de contratação, é pontuar seu perfil conforme assuntos específicos, fotos e links comprometedores, possibilitando que você mude de opinião em uma terra escrita à caneta.

Atualmente todos sabem que o que é dito on-line permanece como uma figura em neon no seu rosto. Opiniões políticas, fotos da faculdade, comentários preconceituosos ou polêmicos: tudo isso é base de análise para as empresas no momento da contratação. Ainda, fica mais evidente quando recrutadores utilizam plataformas com AI para essa pesquisa. Não só assuntos específicos, mas até mesmo uma piada sobre “mentir estar doente para faltar o trabalho” pode ser decisivo na hora de procurar novas vagas.

“As pessoas não entendem que algoritmos de triagem não tem senso de humor. Isso significa que piadas sobre faltar o trabalho para assistir Netflix podem ser sinalizadas como potencialmente prejudiciais”, explica Patrick Ambron, CEO da BrandYourself, para a FastCompany.

Mesmo que essa prática pareça estar além do mercado brasileiro, pesquisas mostram que a avaliação por meio de redes sociais cresce como um das métricas básicas de uma entrevista de emprego. O CareerBuilder cita, por exemplo, que 57% dos empregadores são menos propensos a entrevistar candidatos que não tenham um perfil on-line. Outros 50% afirmam que decidiram não contratar alguém por algo que viram em suas páginas. Dos motivos mais citados, entram “fotos provocativas ou inapropriadas”, posts sobre o consumo de álcool ou drogas, discriminação sobre raça, gênero ou religião e até mesmo número desproporcional de postagens.

Sua reputação em gráficos

O que a BrandYouserlf propôs é utilizar a mesma ferramenta para dar a chance dos usuários reverem seu passado. Com um sistema robusto de pesquisa, a plataforma reúne conteúdos de vídeo, imagens, postagens e até mesmo materiais marcados à você, em um período de até 10 anos. Além de destacar os pontos negativos desse perfil, ela também dá recomendações do que deve ser removido ou não.

Para uma manutenção constante, a parcela anual do serviço é de $99,00. Mas você pode fazer uma avaliação sem custos, agora mesmo. Sem o pacote premium, o sistema gera a pontuação com base em um levantamento de buscas no Google e redes sociais – da mesma forma que uma empresa faria. Você pode visualizar tudo que já foi marcado (posts de 2012 de amigos que entraram em seu Facebook, por exemplo), além de imagens ou publicações específicas (Lattes, entre outras).

O teste parece bastante útil, já que explica porque algumas publicações são negativas e vão lhe prejudicar. Por outro lado, na pesquisa de imagem ele listou algumas fotos de cachorros felizes, então, existe uma margem de erros.

Apesar de uma revolta futurística parecer um preço razoável para conseguir um bom emprego, não precisamos de AI para saber que na internet a caneta é permanente de qualquer forma.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link