Uber lança “botão do pânico” nos Estados Unidos

Parte da nova central de segurança do aplicativo, comando permite que o passageiro entre em contato direto com a polícia ou uma ambulância

por Pedro Strazza

O Uber anunciou hoje o lançamento de um “botão do pânico” em seu aplicativo no território americano, criado para aumentar a segurança dos usuários na extensa frota de carros da empresa. Localizado na mais nova seção “safety center” do menu inicial, a ferramenta é uma forma direta dos passageiros de ligar para o 911 e entrar em contato com a polícia ou uma ambulância quando necessário.

A medida é continuidade direta de uma promessa que a empresa fez em abril, quando porta-vozes afirmaram que o aplicativo tomaria ações para impulsionar a sua reputação no campo da segurança do cliente. Além do comando para ligar para o 911, o safety center do Uber também conta com informações detalhadas sobre o processo de seleção dos motoristas, seguro e o manual da comunidade com tudo aquilo que é permitido e proibido pela corporação em seus carros.

Testado anteriormente na Índia, o botão com uma medida de confirmação para evitar que ele seja acionado sem necessidade. Antes de fazer a ligação, o aplicativo pede que o usuário confirme ao sistema que ele quer mesmo ajuda, além de todo o procedimento de acessar o aplicativo e o safety center. Embora a ferramenta tenha sido criada estritamente para os passageiros, a empresa confirmou que em breve deve disponibilizar um comando parecido aos motoristas.

Ao The Verge, o diretor de gerenciamento do produto Sachin Kansal disse que o botão serve como uma prova de que a empresa está atenta ao bem estar de seus milhões de usuários. “Nós percebemos que um monte de situações e atividades criminais aumentam quando as pessoas pensam que não estão sendo observadas, e nós queremos apenas dizer que nós estamos ligando nossos faróis. Parte de ligar estes faróis está em providenciar estas ferramentas a ambos os lados e ter certeza que nós estamos deixando a comunidade inteira mais atenta à nossa presença por meio deles” afirma o executivo.

Ainda não há previsão de lançamento do botão do pânico do Uber em outras regiões do globo.

Compartilhe: