Coca-Cola cogita lançar bebida à base de cannabis

Produto seria destinado ao alívio de inflamações, dores e cólicas, mas sem efeito psicoativo

por Matheus Fiore

Com a diminuição do consumo de bebidas à base de açúcar, gigantes como a Coca-Cola têm buscado criar produtos alternativos para manter-se relevantes no mercado. A Coca, por exemplo, recentemente comprou a principal marca de café do Reino Unido, a Costa Café. Paralelamente a isso, o consumo de bebidas alcóolicas vem diminuindo nos últimos anos, visto que a legalização da maconha permitiu o surgimento de drinks feitos com a erva – algo que refletiu no investimento no mercado de bebidas à base de cannabis.

Era questão de tempo, portanto, para que a maior empresa do mercado de bebidas, a própria Coca-Cola, desse seu passo em tal mercado. De acordo com a BNN Bloomberg, a Coca já negocia com a Aurora Cannabis, uma produtora canadense de maconha, para começar o desenvolvimento de bebidas à base de cannabis.

A empresa se recusou a comentar com detalhes, mas disse que estava observando atentamente o mercado de bebidas com cannabis. “Assim como muitos outros na indústria de bebidas, estamos acompanhando de perto o crescimento do canabidiol não-psicoativo como ingrediente em bebidas funcionais de bem-estar em todo o mundo”, disse a Coca-Cola em um comunicado. O canabidiol, um componente da cannabis, pode ajudar a aliviar a inflamação, a dor e as cólicas, mas não tem efeito psicoativo.

Uma parceria entre a Coca-Cola e a Aurora marcaria a entrada de um grande fabricante de bebidas não alcoólicas no mercado. Citando fontes não identificadas, o BNN Bloomberg disse que a Coca-Cola estava em “conversas sérias” com a Aurora, mas nenhum acordo foi finalizado.

Compartilhe: