Editores da Wikipedia não sabem se incluem ou não a nova polêmica de Trump no artigo sobre o Toad

Inclusão de descrição obscena do presidente feita recentemente pela atriz pornô Stormy Daniels está levando a equipe colaborativa da enciclopédia ao mais puro creme da treta

por Pedro Strazza

Se você por um acaso teve a sorte de evitar o noticiário internacional no dia de ontem, provavelmente não ficou sabendo que a atriz pornô Stormy Daniels enfim cumpriu a promessa e começou a soltar os detalhes de seus encontros sexuais de 2006 com o atual presidente dos Estados Unidos Donald Trump em seu livro sobre o caso. A ser lançado em outubro, a publicação teve alguns trechos divulgados na manhã de ontem que incluem uma descrição nada elogiosa do aparato sexual do chefe de Estado.

Entre as inúmeras comparações ofensivas escritas pela atriz pornô sobre o dito cujo do presidente, porém, uma se destacou para o horror de muitos fãs da Nintendo: em determinado momento, Daniels afirma que o membro de Trump parece com uma cabeça de cogumelo que parece muito familiar com a do personagem de “Mario Kart”.

E quando ela fala “daquele personagem de ‘Mario Kart'”, é óbvio que ela se refere ao Toad, o simpático ajudante de Mario e companhia.

Choques, polêmicas e memes à parte, o ocorrido acabou gerando uma treta secundária em um campo inusitado. Isso porque os editores da Wikipedia atualmente estão numa discussão relativamente intensa sobre incluir ou não o fato “peculiar” no artigo dedicado ao amado personagem da Nintendo.

Para aqueles que são contra a proposta de incluir o membro trumpiano na página, o principal argumento é que o site é uma enciclopédia e não um veículo jornalístico. “A Wikipedia não é um jornal e nós não queremos incluir todo detalhe lascivo que sai da sala de impressões” escreve um dos editores no fórum de discussão da página de Toad; “Se isto for estabelecido com o tempo como algo historicamente significativo para o tema deste artigo, então ele talvez seja incluído. Atualmente ele é nada menos que bafafá de celebridades” ele emenda, finalizando afirmando que a discussão deveria estar na página da Wiki sobre o presidente.

O debate segue bastante acalorado pelo fórum de discussão (acesse aqui e procure com o ctrl + F a seção “Request re: Appearances in Other Media subsection”) e inclui todo tipo de argumento bizarro para legitimar a entrada das declarações de Daniels nos anais de Toad, incluindo a contemplação dos “valores educacionais” inerentes à página do personagem (que pertence a uma esfera infantil e, portanto, mais inocente) e um completamente aleatório que se refere à teoria completamente furada de que Barack Obama estaria no clipe da canção “Whoomp! There It Is” – e que atualmente está no artigo dedicado à música do grupo Tag Team.

Enquanto a equipe colaborativa da Wikipedia segue brigando em torno do aparato do presidente, o livro de Stormy Daniels continua seu caminho em direção às lojas. Intitulado “Full Disclosure”, a publicação está marcada para ser lançada no próximo dia 2 de outubro nos EUA. Sobre a comparação em si, a Nintendo ainda não divulgou nenhuma resposta oficial ao caso.

Compartilhe: