Clicky

A era do visual

21.out.2010

[ Com esse post, estreia aqui no Brainstorm #9 a participação de Rodrigo Franco, diretor de arte que atualmente trabalha no jornal Valor Econômico, publicitário inconformado, ilustrador, designer e já colaborador do B#9 com as tirinhas do Mário, o publicitário.]

Infographic

Que o volume de informação a que você está submetido nos dias de hoje é absurdo, claro, você sabe. Já leu a respeito. Mas, ao contrário do que essa tendência indica superficialmente, não vivemos e não viveremos a era da liberdade da informação – pelo menos não como entendemos liberdade. Vivemos uma situação em que podemos buscar o que quisermos. Mas, temos liberdade?

Ao vencer a barreira dos milhões de resultados escolhidos (ranqueados) pelo buscador, os links patrocinados e os que não nos interessam, nos sobra muito provavelmente um artigo, uma notícia ou um arquivo. Por isso se chama era da informação e não era do conhecimento: nossas almas jovens e internéticas, nossos dedos nervosos, querem a resposta prontinha, mas encontram artigos ou videos que tem que ser lidos ou vistos – até o final! – ou outros arquivos que não dizem tudo de forma clara.

Esse sintoma resultou em alguns fenômenos, como o Yahoo! Respostas, multiplicação de fóruns sobre vários temas, o HowStuffWorks, tutoriais, podcasts e, porque não, até o mais recente e comentado Flipboard, cuja base é uma fantástica arquitetura de informação. Você, usuário, quer saber o que fazer – e quer que alguém lhe diga.

Há alguns dias me deparei com a seguinte notícia: “O Diretor de Arte vai gerir o veículo de mídia no futuro”, do Editor’s Weblog. O artigo explica que, com a chegada dos tablets (na minha opinião, mesmo antes disso), os consumidores de conteúdo estão ávidos por uma experiência visual. Exemplos de experiências estão nos grandes portais, inclusive nos brasileiros UOL, iG e Terra, que têm mandado ver nos infográficos interativos.

iG

Infográfico do iG

Pra quem se interessa, os sites Visualisation.org e o Information is Beautiful reunem algumas visualizações fantásticas. Para organizar visualmente informações complexas, os designers de sites e impressos apostam há algum tempo na infografia.

Na internet, a tendência é forte. Se olharmos os detalhes de um site atual, veremos que até a simples “nuvem de tags” é uma solução visual para um excesso de informação. Dos mais simples aos mais complexos, dá pra representar quase tudo em uma imagem. Quem disse que a era do fast-food não traria resultados, pelo menos, bonitos?









Comente