analise tipografica1

Uma análise tipográfica

Designer holandês Lars Willem Veldkamp interpreta as mensagens subliminares das fontes

23.abr.2013

Diz a psicologia que nossas escolhas revelam muito sobre nossas personalidades, quem somos e o que queremos. Se aplicarmos isso ao nosso campo de trabalho, vemos que há inúmeras formas de se passar uma mesma mensagem, geralmente atreladas aos nossos objetivos, o que se reflete nas palavras, cores e formas que escolhemos para despertar aquele exato sentimento. O mesmo acontece com a tipografia. E foi mais ou menos este conceito que o designer gráfico holandês Lars Willem Veldkamp resolveu aplicar ao projeto Typocalypse.

analise tipografica2

Em um exercício freudiano, Lars faz uma divertida – e em alguns momentos cáustica – interpretação das mensagens subliminares com as quais nos alimentam 40 fontes, de Arial a Verdana, passando por Helvética e Bauhaus… É claro que Comic Sans também não poderia ficar de fora, afinal, sua mensagem é pura e simples:

“Eu sou a mão de Deus”

Em contraponto, a Arial também vai direto ao assunto:

“Eu sou o diabo”

Conheço muitos designers que diriam que as interpretações acima estão trocadas. De qualquer maneira, o projeto já tem algum tempo, mas se encaixa muito bem na filosofia do “old but gold”, além de nem todos terem tido a oportunidade de conhecer este trabalho. Aqui, fizemos uma pequena seleção das nossas favoritas, mas é possível encontrar a íntegra desta série no Flickr de Lars. Aliás, recomendamos uma explorada pelo portfolio deste designer, que tem ideias bem bacanas.

analise tipografica3 analise tipografica5 analise tipografica6 analise tipografica7

Comente