Vídeo destaca a importância do trabalho do colorista no cinema

Estúdio mostra o antes e o depois do filme The House on Pine Street

12.jan.2015

De todos as funções em uma produção cinematógráfica, talvez aquela que esteja mais evidente aos nossos olhos, e por isso mesmo seja frequentemente ignorada pelo público seja a de colorista. Basicamente, o trabalho deste profissional é ajustar com perfeição as cores de cada cena.

Para entender melhor como isso é feito, o estúdio Grade, de Kansas City, criou um vídeo que mostra o colorista Taylre Jones trabalhando na pós-produção do filme independente The House on Pine Street.

Depois de registradas por uma Sony F55 em LOG (formato que captura a imagem para manter os detalhes), cada cena do filme teve sua coloração ajustada de 10 a 15 vezes – o que não aparece explicitamente no vídeo acima. Para quem quiser saber mais, vale dar uma olhada neste post do Reddit.

colorista

Comente

  • Amanda Welp
  • Murillo Prestes

    Lembrou os filtros do instagram

    • Nina Collère

      É um trabalho bem mais complexo meu caro. Te garanto! Exige técnica.

      • Murillo Prestes

        eu to ligado, mas não deixa de lembrar

        • Fausto

          Lembra mesmo. Assim como matemática de primeiro grau e engenharia aeronáutica. É tudo com números.

  • fernando

    Eu não sei não, mas acho que eles deram uma desbotada nas imagens, ninguém filmaria com tão pouco contraste!

    • Mauricio

      Já peguei material da RedOne com contrastes baixíssimos assim, mas a quantidade de informações das imagens era gigantesca. Material bruto com pouco contraste pode dar mais flexibilidade de trabalho e você consegue manipular melhor as informações da imagem. Claro que a câmera ajuda também…

    • Marcos Vinícius

      Também percebi que a captura está muito mas muito morta. Mas isso não tira o mérito do Studio.

      • Não. Como o Matheus Prado explicou, a forma como câmeras profissionais filmam é mais “morta” para preservar todos os detalhes para quem for editar depois consiga deixar do jeito que quiser.
        Uma forma de entender é olhando na imagem abaixo, na primeira faixa seria com um alto contraste, mais vivo, e na segunda mais morto.
        Digamos que a câmera filmasse com tudo já bonito e na pós produção alguém quisesse, sei lá, clarear um pouco a imagem. A parte que é escura, ou preta, vai ficar tudo cinza chapado, tipo, se existia um terno e nesse terno botões pretos que na cena original que não apareciam, depois não vai ter como mostrá-los pois tudo ficou muito escuro. A mesma coisa aconteceria com algo muito claro ou branco, tipo uma cena de uma paisagem onde tudo ficou legal, mas o céu está muito claro, se tentar escurecer a imagem o céu vai ficar mais escuro apenas e sem os detalhes que tinham ali como nuvens ou outras coisas. Já se filmarem em baixo contraste vai ser possível clarear depois ou escurecer sem perder aqueles dados do céu.

    • Muito provavelmente, eles filmaram as cenas em RAW. A imagem fica assim mesmo, aparentemente desbotada. Isso para preservar todos os detalhes. Cabe ao colorista (e o diretor, claro) escolher quais detalhes devem sobressaltar, pois todos foram gravados com a mesma qualidade e intensidade. Se você reparar bem, notará que a luz é quase neutra antes da coloração. Isso é completamente normal quando se grava em RAW. Você está acostumado com as imagens dos smartphones e das câmeras DSLRs, que tentam gravam com imagens já pré-tratadas, por isso você pensa assim.

      • Mas capturar vídeo em RAW é algo acessível para mortais (leia amadores e equipamentos de baixo custo)?

        • Davi Fernandes de Freitas

          Não… Mas você pode chegar perto colocando em “neutro” na canon e talvez subindo um pouco o gama e médios, e trolando o sharpen antes de filmar na DSLR… Assim você evita que o sistema da câmera aplique qualquer tipo de filtro de cor antes e com o sharpen no máximo ela força o sensor a puxar já todos os detalhes possíveis antes de salvar o quadro, se você fosse fazer isso depois iria piorar pois iria puxar detalhe de mídia comprimida…

        • tem um “plugin” que vc instala na Canon pra conseguir imagens assim

          • Felipe Cluk

            Cara você poderia me dizer o nome deste plugin por favor? Comprei uma 6D essa semana.

          • cinestyle da technicolor =)

        • Na verdade, é possível gravar em RAW a um preço “acessível” sim. A câmera Blackmagic Pocket Cinema custa pouco menos de 2 mil dólares e filma em 4K, em RAW. Se você considerar que ela é mais barata que uma Canon 5D Mark III, ela é super acessível. Além disso, todas as lentes da Canon funcionam nela. É uma ótima câmera e eu conheço muitas produtoras que pararam de alugar REDs por aí e compraram a Blackmagic.

    • Leonardo Curcino

      É assim, de fato, que se filma. Câmeras profissionais que gravam em RAW e similares captam dessa forma, pois isso aumenta a gama de possibilidades de pós.

  • Mario

    Fernando, geralmente a captura de imagens é feita com tom neutro por isso essa gama acinzentada. Isso facilita o trabalho do colorista em por exemplo: transformar uma cena dia em noite sombria. abs

  • Juliano

    A imagem é capturada assim “lavada” mesmo.
    Dessa forma tanto os tons muito escuros como os muito claros contém bastante informação. Depois na pós tudo é contrastado (ou não) e ajustado da forma que o pessoal preferir.

  • Christian Balzano

    A captação é lavada mesmo.

    Se a captação já for contrastada o pós-produtor perde informações de pixels nos pontos escuros ou claros que jamais vai conseguir recuperar. A decisão de ser contrastado ou não deve ser do colorista e não do câmera/fotografo. Só se for previamente planejado, mas hoje em dia ninguém se arrisca.

    • Davi Fernandes de Freitas

      Concordo, se for para outro profissional tem que ser lavada, neutra e etc. Agora, se for o próprio profissional que vai tratar ele pode fazer um ajuste direto na câmera para facilitar depois. Tenho vários ajustes para cara ambiente, depois é só dar “um tapa”. Hehe.

      • Edemar Miqueta

        Quando se trabalha com cinema isso não funciona. Os tons de cada cena podem se perder demais. Para um “bom” olho é bastante perceptível. Captar em Cinelike pode parecer estranho, mas é como fotografar em RAW. De extrema importância.

  • Nina Collère

    Geralmente é difícil de explicar a profissão para os amigos.

    • Rodolfo Calvo

      hahahah, quando uma pessoa pergunta “Vc trabalha com que?” é preciso respirar fundo…

    • Felipe Pitta

      Onde trabalhas? Estou cursando artes visuais e creio que gostaria de me direcionar pra essa Area

  • Joao Bosco F. Filho

    Ficou melhor que o Trailler oficial.
    (e depois do Roteirista, o colorista é de fato O CARA!)

  • Diogo Farias Fonseca

    Neste caso a gravação mesmo sendo com tom neutro, guarda a informação com contraste que poderá ser utilizada posteriormente?

  • Wily

    Deve ser por isso que eu acho tão estranho as cores dos filmes brasileiros, com exceção de alguns, as maioria tem cara de filmagem amadora.

    • Diogo Farias Fonseca

      está mais para o perfil do publico que assiste o cinema de massa, como muitos são acostumados com a imagem da TV Globo, os filmes querem ter esta identificação. Até porque a maioria dos filmes é da globo hoje em dia.

  • Marlon Coscodai

    Fantastic!

  • Mario

    Este é um vídeo institucional do qual eu estou trabalhando o color grading. Do lado esquerdo a imagem original que foi captada de maneira errada, ou seja, com muito contraste acarretando num baita trabalho para no resultado a direita.

  • Eu sou o amigo chato que comenta até da colorização do filme XD
    Por estudar artes e gostar de edição para vídeo eu sou meio viciado nessas paradas XD

  • Carolina

    A colorização entra na edição ou cinematografia?

  • Vinicios Lombardi
  • Tami O.

    Caramba! Que incrível, nem sabia desse trabalho até agora!

  • Rodrigo de Paula

    Quais são os principais programas mais acessíveis utilizados para correção de cor?

    • Gabriel

      O mais top de todos é o Davinci Resolve, tem até versão Lite gratuita no site deles, já no pacote adobe tem o Speedgrade, eu como uso pouco esses recursos mais avançados acabo optando por usar o sistema interno do Premiere Pro para fazer esses ajustes.

  • joão victor

    par aqueles que não sabem, a iluminação e a cor são de grande importância para um filme, podem ver que dependendo de pequenas mudanças nelas, o clima do filme muda completamente, passamos aqui pela ideia mais escura de um filme de terror, com uma com mais contraste de um drama, e uma mais clara e leve como uma comédia romântica, tudo TUDO no cinema é importante nenhum profissional tem mais valor do que o outro.

  • Fernanda Prevedello

    Para mim, a “perfeição das cores” é aquela que pretende passar o sentimento proposto. Dá pra ver que pelo formato de gravação uma cena poderia ter sido ajustada tanto para o dia quanto para a noite. Realmente esta é uma etapa fundamental para o filme. Gostei de ver como funciona. ☺

  • Vinícius Paciello

    Galera, sou ilustrador 3D… tenho um background em fotografia, e faz um tempo que queria estudar mais esse lance de cor… entendo de esquemas (tetrádico, análogo, etc), mas existe algum curso ou algo assim pra aprofundar? Se alguém souber me dá um toque aí! Valeu!

  • Mauricio Campos

    Cadê o vídeo??? Estou no iPad e não aparece.