Vídeo explica em 2 minutos o que é branding

David Brier usa o minimalismo para esclarecer a questão

10.fev.2015

O designer David Brier resolveu responder a uma daquelas questões que muita gente acha complicada, exatamente por ter um monte de variáveis de acordo com os pontos de vista de quem a responde. Afinal, o que é branding?

Produzido em parceria com o motion designer Saar Oz, What is Branding vai além dos elementos tradicionais que ajudam a criar uma marca para refletir sobre o que torna uma marca algo grande: aquela habilidade especial de olhar para um universo de pessoas e traduzir isso de uma maneira visual e escrita.

Vale o play

branding1
    Via:
  • Tips B9

Comente

  • Lelis Lemos

    Ó o óculos do cara no print.

  • Fiquei na dúvida sobre o que ele está falando: branding ou comunicação?

  • A animação é legal! Mas Branding é bem mais que isso.

    • Douglas

      O que é Branding?

    • Henrique

      Oque é Branding?

    • Lesmes

      O que é Branding?

    • Nuno Guitana

      Acho que o Rodrigo ficou sem o óculos – acima no print – da “genialidade” para responder a essa questão.

      E aproveitando o fato do Rodrigo ter saído da sala, branding tb é isto…

    • Opa, nem se pode elogiar mais! Foi um comentário inocente, não quis ferir o ego de ninguém :)

      Primeiramente branding não tem nada a ver com “genialidade”. Isso foi um argumento pro cara do video deixar o discurso mais bonito e vender a agência dele. O conceito como conhecemos hoje surgiu no século XVIII junto com outros conceitos que levariam ao Marketing no começo do século XX. No princípio, pode-se dizer que é uma derivação do ato de marcar o gado (stock) para fins de separação entre as propriedades. Pois isso é o ato de marcar, pura e simplesmente. É a raiz do termo. Mas o negócio evolui a ponto de, hoje (na minha opinião) rivalizar com o próprio Marketing nos drivers estratégicos da empresa. O que o vídeo mostra é o que seria a plataforma de marca, com táticas baseadas na estratégia de marca, que é um conjunto de atributos e ferramentas estratégicas (existem “n”, brand atributes, brand pillars, brand key, brand whatever) que buscam resgatar o propósito da empresa para que haja uma afinidade (posicionamento) entre o que a empresa propõe e o que o consumidor acha relevante. Uma dessas ferramentas da plataforma de marca é a comunicação, que o cara mostra aí.

  • ricardo_red

    As pessoas têm que se decidir: ou Branding é identidade visual de portfolios no Behance ou é todo o trabalho de criação e gestão da imagem de uma marca até sua reputação.

    Decidam-se e parem de aplicar o termo para qualquer coisa.

    • branding é intervir na definição do produto e do serviço, na arquitectura da marca etc. é estratégia, e não precisa necessariamente de se manifestar de forma visual. muita gente usa o termo “branding” de forma leviana, quando de facto o que desenvolveu foi uma identidade visual e não teve qualquer intervenção no modelo de negócio, no seu posicionamento… muita gente que faz branding é apenas consultor (estratéga). ;)

      • ricardo_red

        Concorda então que banalizam o termo quando dizem que um logotipo + aplicação de identidade visual numa papelaria é branding?

        • concordo. as pessoas dizem que fazem “branding” porque é fancy, não porque alguma vez o tenham feito ou saibam o que realmente é.

          • Christyan Schneider

            Estão cobertos de razão! Infelizmente o termo caiu na banalidade antes mesmo de ser compreendido. O branding (ações coordenadas como um todo) está muito além da simples confecção de logo + papelaria. São muitas táticas multissensoriais que podem ser usadas numa verdadeira estratégia de branding, como a escrota da Coca-Cola já faz há tantos anos.

          • Valeu o vídeo! Porém, Branding é gestão de marca, só isso, identidade visual faz parte do branding e não é errado falar que não é, mas é errado afirmar que é somente isso. A causa é que ela torna-se mais explícito a todos e confunde toda relação. Pode ser fácil saber o que é, mas não tão fácil de executar, pois envolve o todo e pessoas e processos.

            Como outros termos técnicos usados no mercado e palavras mal interpretadas. Marketing por exemplo, inúmeras definições, dependendo onde você está há uma diferente interpretação.

            Como a 卐 – uma simbologia gráfica (explícita) que é representada de um modo pela sociedade dependendo da época que teve essa experiência, porém isso é um símbolo milenar que foi distorcido com o tempo.

            Vamos nessa!

  • Flávia

    Branding é ação, por isso o ING no final – Não é algo estático como a Identidade Visual, é o conjunto do cuidado com a imagem que você tem da marca e a coerência com todos os pontos de contato da empresa. São os valores e os “point of difference” que você acaba expressando na imagem, entretanto se não houve na atendente, na entrega do produto e etc, de nada valerá a beleza da identidade visual. Bom, Branding é mais, talvez porque para cada empresa, uma estratégia, aí o conceito fica amplo. Mas queria contribuir com esse pensamento

  • Giovanni Toth Siquera

    Não sou da área mas vejo branding assim:
    Você quer vender um smartphone, ou o desejo que você precisa de um smartphone?
    Eu quero vender o desejo, então farei isso através de logotipo e blablabla. Assim que eu vender o desejo você compra o smartphone
    Posso não estar certo mas vejo branding simples assim.

  • Caio

    Mais uma iniciativa que mais confunde do que esclarece. Na tentativa de explicar algo complexo de forma minimalista, acabou sendo absurdamente superficial. Quem não sabia o que era branding antes, continuará não sabendo o que é branding depois.

  • San

    É um pouco mais simples (e por isso genial) do que parece amigos..

    Identidade Visual é uma espécie de documento de RG gráfico para uma marca. Branding é o seu caráter; a sua personalidade; o seu espírito.

    IV é “como” a marca é.
    Branding é “o que” ela é.

    IV é o que o consumidor usa para reconhecer visualmente um produto, objeto ou serviço.

    Branding é o que, inevitavelmente, pula para dentro da sua percepção e lhe atravessa os olhos, criando uma associação interna, não análoga, entre ele a marca.

    Se a Identidade Visual é um aperto de mão entre desconhecidos, o Branding é um acordo emocional, um triângulo amoroso, entre consumidor, produto e designer.

  • Leonardo Regis

    Marketing não é propaganda, branding não é criação de marca. Branding trata da afirmação do posicionamento estratégico da marca (sua personalidade) em ações de comunicação/interação com o público. Ações essas que tem o propósito de desenvolver uma paixão do consumidor pela marca, que transcenda os produtos ou serviços oferecidos por ela.

  • É um pouco mais simples (e por isso genial) do que parece amigos.. E não poderia ter sido melhor explicado do que no trabalho do vídeo.

    Identidade Visual é uma espécie de documento de RG gráfico para uma marca. Branding é o seu caráter; a sua personalidade; o seu espírito.

    IV é “o que” a marca é.
    Branding é “como” ela é.

    IV é o que o consumidor usa para reconhecer visualmente um produto, objeto ou serviço.

    Branding é o que, inevitavelmente, pula para dentro da sua percepção e lhe atravessa os olhos, criando uma associação interna, não análoga, entre ele a marca.

    Se a Identidade Visual é um aperto de mão entre desconhecidos, o Branding é um acordo emocional, um triângulo amoroso, entre consumidor, produto e designer.

  • El Elias

    A unica coisa que acho um pouco limitadora essa apropriaçao do Branding pelo Design, quem nao sabe de que se trata acha que é apenas mais uma ferramenta, quando na verdade é o contrario. Branding é muito mais amplo que isso, se nao se entende dessa forma corremos o risco de entenderem ele como muitos que acham que Marketing é vendas ou apenas propaganda.