Tinta repelente ajuda a afastar mijões de áreas badaladas de Hamburgo

Assim que o xixi bate na parede, ele volta para o ‘emissor’

11.mar.2015

Quem vive em regiões mais badaladas sabe a tristeza que é o odor do bairro no dia seguinte à uma festança. O cheiro ácido de xixi incomoda e não há multa que impeça que usem cada esquina como mictório.

Ao invés de acirrar a fiscalização e as multas, a associação de comerciantes do bairro de St. Pauli, um dos mais festeiros de Hamburgo, na Alemanha, decidiu tomar uma medida diferente. Eles pintaram diversas das paredes da região com uma tinta super hidrofóbica, que foi desenvolvida pela Nissan. Assim que qualquer líquido atinge a superfície que recebeu a camada de tinta, ele retorna ao emissor. Ou seja, assim que alguém for se aliviar, vai ver o próprio xixi retornar para os seus pés e roupas.

A esperança é que essa desagradável situação de ser enxovalhado pelo próprio xixi possa evitar que os mijões usem as esquinas como latrina, e procurem por banheiros antes de ficarem tão apertados.

peeback-time-hamburgo-st-pauli-xixi

Algumas das paredes que receberam a camada de tinta hidrofóbica estão sinalizadas, mas a associação dos comerciantes de St. Pauli avisa que nem todas avisam que vão espirrar o xixi de volta. Ou seja, é melhor não arriscar e ir atrás de um banheiro.

Imagina que lindo usar essa ideia nos bairros mais festeiros no Brasil?

Comente

  • Vitor

    Basta mudar o ângulo.

    • Rafael Cavalcante

      Correto!

  • Feco Porto

    Serve só pela graça, né?! Muro nunca absorveu xixi. E outra, se no carnaval a galera já mija uma nas outras, respingar o próprio mijo é o de menos.

  • Fabio Almeida

    Deveriam inventar banheiros químicos em forma de muro !!!!

  • Icaro

    Contanto que o estado esteja presente também na hora de ofertar e dar manutenção nos banheiros públicos, ele deve fiscalizar sim e usar de qlqr artifício para impedir esta prática nojenta.