Clicky

Não siga suas paixões – prefira focar no que você faz bem

É nisso que acredita Ben Horowitz, co-fundador de uma das mais bem sucedidas investidoras do Vale do Silício

1.jun.2015

Eu faço parte de uma geração que desde cedo é incentivada a escolher uma profissão que nos faça feliz, que nos deixe com uma sensação de missão cumprida e, de quebra, que ainda possa pagar nossas contas.

“Faça o que você ama” ou “siga seus sonhos” parece ser um novo mantra, mas a verdade é que nem sempre isso é possível ou, segundo Ben Horowitz, seria a melhor coisa a fazer.

Em um discurso para os formandos deste ano da Universidade de Columbia, Horowitz, que é co-fundador da Andreessen-Horowitz, um dos mais bem sucedidos fundos de investimento do Vale do Silício, fez questão de frisar que os alunos não deveriam seguir suas paixões. O motivo é simples: é difícil priorizar suas paixões, e colocá-las em uma escala de importância.

Além disso, as paixões mudam com o passar dos anos. “Essa coisa pela qual você é apaixonado aos 21 anos não necessariamente será a mesma quando você tiver 40”, frisou ele, lembrando que existe uma situação ainda pior: você não ser tão bom assim naquilo pelo que é apaixonado.

É como nos programas de talento para cantores – só porque você ama cantar não significa que você canta bem, ou que deveria ser um cantor profissional.

A conclusão que as pessoas têm é que se você fizer o que ama, você vai ser bem sucedido. E isso pode ser verdade, mas também pode ser que, caso você seja bem sucedido, você amará o que você faz. Afinal, você apenas ama ser bem sucedido (Ben Horowitz)

compartilhe

A proposta de Horowitz é que os alunos deem preferência por focar naquilo que eles sabem fazer bem. Priorizar talentos é mais fácil do que priorizar paixões, e oferecer ao mundo algo que você sabe fazer bem é, muitas vezes, muito melhor do que oferecer aquilo pelo qual você é apaixonado em fazer.

“Se você perguntar para 1 mil pessoas bem sucedidas, todas elas vão dizer que amam o que fazem. Daí, a conclusão geral que as pessoas têm é que se você fizer o que ama, você vai ser bem sucedido. Mas nós somos engenheiros. E nós sabemos que isso pode ser verdade, mas também pode ser que, caso você seja bem sucedido, você amará o que você faz. Afinal, você apenas ama ser bem sucedido, e todo mundo gosta de você. Uma maravilha!”, provoca ele, em certa parte do discurso.

1039550_manager-selon-ben-horowitz-capital-risqueur-hip-hop-web-tete-0203742757325

E você, faz o que ama ou o que você faz muito bem?

Comente