Clicky

Vamos começar 2016 do jeito certo: Chega de comercial manifesto hipster

Pelo próprio bem da criatividade e dos negócios

26.jan.2016

Jovens felizes que curtem a vida com outros jovens felizes, rindo a toa enquanto celebram sua individualidade fazendo coisas artísticas muito coloridas e sem sentido. Essa é uma receita que a publicidade torceu até dizer chega nos últimos anos.

Veja bem, jovens podem e devem ser felizes (mesmo aqueles que jogam tinta nas coisas sem motivo aparente), mas agências e clientes precisam parar de insistir em fabricar isso como cultura. Pelo próprio bem da criatividade e dos negócios. Afinal, grande parte desses comerciais poderia ser assinado com qualquer logo no final.

Criado por Peggy O’Brien e Steven Rosenthal, o vídeo acima é uma brilhante paródia desses comerciais. Oferece legendas em inglês.

Claro, lobbistas estão mudando a legislação bancária e ganhando uma tonelada de dinheiro (que deveria ir para professores). Mas nada disso faz você ser um floco de neve menos especial. Pois o que realmente importa é você ser feliz.”

Tenho certeza que você se lembra de ter visto muitos comerciais assim. Sinta-se a vontade para relembrá-los nos comentários.

Comente