Clicky

A arte futurista de “Ghost In The Shell”

A arte futurista de “Ghost In The Shell”

Designer Ash Thorp compartilha os conceitos utilizados pelo diretor Rupert Sanders

por Carlos Merigo

Gostando ou não da nova adaptação de “Ghost In The Shell”, algo não se pode negar: o design de produção é fascinante.

A estética do filme procurar imaginar em detalhes um futuro cyberpunk cheio de hologramas, propaganda, interfaces e corpos modificados.

O designer Ash Thorp, um dos responsáveis pelo trabalho, compartilha através do vídeo acima algumas dos caminhos criativos para gerar esse visual. Ele conta que o diretor, Rupert Sanders, expressou o desejo de pintar a cidade do filme com luzes de neon em um esquema de hologramas sólidos, batizados de “Solograms”.

Thorp desenhou os conceitos, e depois o material foi encaminhado para pós-produção, gerando uma biblioteca de recursos que ficou a disposição do diretor.

Compartilhe: