YouTube vai impedir publicação de vídeos sobre desafios perigosos

Site dará dois meses para que creators retirem vídeos sobre brincadeiras e desafios perigosos de seus canais

por Pedro Strazza

O YouTube está cansado de polêmicas. Plataforma que já há algum tempo não permite publicações que envolvam sexo e extrema violência, o site recentemente atualizou seu manual de diretrizes para criadores com uma nova seção que promete causar certo furor: vídeos sobre pegadinhas e (principalmente) desafios perigosos estão proibidos na rede.

Definidos na atualização como “conteúdos que encorajam a violência ou atividades perigosas que podem resultar em sérios danos físicos, estresse ou morte”, as publicações do tipo agora infringem a política de produções ofensivas e perigosas do YouTube, de acordo com o site. Outro motivo citado pela plataforma é o efeito despertado nas crianças, que podem vir a “sofrer estresse emocional” ao tentar copiar os desafios e pegadinhas em casa.

A preocupação do YouTube com materiais do tipo não vem à toa. Publicações do tipo são populares desde sempre na plataforma, mas em tempos recentes um número considerável de “desafios” e “zueras” tem despertado preocupação de outras empresas. O caso mais recente é o “Bird Box Challenge”, que inspirado na premissa do filme “Bird Box” levava as pessoas a praticarem atividades como dirigir carros com os olhos vendados – os problemas foram tantos com o desafio que a polícia de diferentes países e a própria Netflix (que distribui o longa) vieram a público pedir explicitamente para as pessoas pararem com a ideia.

O YouTube afirma que dará a seus creators um espaço de dois meses para remover os desafios e pegadinhas do ar. Neste período, vídeos do tipo que forem postados não receberão um strike pelo site.

Compartilhe: