Globo surpreende com quadro de humor e críticas no “Fantástico”

Com referências a Flávio Bolsonaro, Onyx Lorenzoni e quadros da própria emissora, "Isso a Globo Não Mostra" pegou o público de surpresa

por Soraia Alves

Sem avisos, a Rede Globo estreou o quadro “Isso a Globo Não Mostra”, como parte da programação do “Fantástico”. E tanto o formato, de humor mais ácido, quanto a estreia surpresa causaram uma boa repercussão.

Funcionando como uma espécie de invasão à programação da emissora, o quandro começou no momento em que os apresentadores do Fantástico encerravam o programa, e trouxe esquetes que fazem referência à própria grade da emissora, e também à política, satirizando exatamente o meme “isso a Globo não mostra”.

Em um dos melhores momentos do novo quadro, vemos que a verdadeira arma que matou a icônica personagem Odete Roitman foi um liquidificador. A referência alfineta a declaração do ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que comparou o risco de alguém se machucar com armas de fogo igual ao de acidentes com liquidificadores.

Flávio Bolsonaro também foi lembrado por seu foro privilegiado, já que o senador recorreu ao STF e conseguiu suspender a investigação contra seu ex-assessor Fabrício Queiroz.

Vale ainda mencionar os momentos “Top 5 vezes em que a Ana Maria acordou cedo demais” e “Sem Conversa com Bial”, que brincam com apresentadores da casa.

Na semana passada, o programa “Tá No Ar: a TV na TV” também caprichou nas críticas contemporâneas com o quadro “Vila Militar do Chaves”. Mas, apesar da maior abertura da Globo para o humor crítico, o próprio “Tá No Ar” será cancelado após a temporada presente.

Compartilhe: