No combate às fake news, WhatsApp limita compartilhamento de mensagens a 5 destinatários por vez

Medida é uma expansão de ação aplicada na Índia em julho do ano passado

por Pedro Strazza

O WhatsApp vai deixar de permitir que você compartilhe mensagens a rodo em grupos e chats privados. Nesta segunda-feira (21), a vice-presidente de comunicações do aplicativo Victoria Grand anunciou em um evento na Indonésia que a plataforma vai limitar o repasse automático de mensagens a cinco destinos por vez.

A medida é uma expansão do que já havia sido aplicado na Índia em julho de 2018, que na época havia sofrido uma restrição similar enquanto o resto do globo se via numa situação mais “aberta” – ao invés de 5, podia-se compartilhar mensagens para 20 grupos por vez. Como no país asiático, o objetivo da empresa é essencialmente interromper o fluxo de desinformação que se perpetua diariamente em sua plataforma.

A preocupação com as fake news não vem à toa. Tendo recentemente ultrapassado o Facebook como app mais popular, a plataforma de mensagens já há algum tempo vem servindo de base para disseminação de falsas informações e aquilo que a empresa classifica como “uso indevido”, algo que já provocou todo tipo de tragédia ao redor do globo. A Índia inclusive se tornou laboratório para essas ações – que contam entre outras coisas com setor de denúncias e campanha publicitária – por conta dos efeitos mais imediatos que estas falsas notícias geram no noticiário do país, como linchamentos.

De acordo com o diretor de comunicações Carl Woog, o WhatsApp deve lançar a atualização já nesta segunda-feira, primeiro para usuários de Android e depois para o iOS.

Compartilhe: